França indeniza a Rússia em 1,1 bilhões de euros pelos “Mistrais”

A França transferiu para a Rússia a quantia de 1,1 bilhões de euros referentes à indenização pelo cancelamento da venda dos navios de combate multipropósito “Mistral”. Uma vez que a quantia poderia ser bloqueada no âmbito do caso Yukos, o país europeu realizou o pagamento a Moscou em segredo.

O caso encerrou-se de modo bastante favorável à Rússia. Pode-se dizer que uma das questões mais delicadas que o governo russo enfrentava com o Ocidente acabou.

Moscou deu início a uma política diferenciada para aquisição de materiais militares através de substituição de importações, ao mesmo tempo que irá concentrar esforços para exportar os produtos domésticos à Ásia. A carteira de contratos firmados no âmbito de defesa ultrapassam 40 bilhões de dólares.

A França acabou por macular a firme imagem de fornecedor confiável, lançando dúvidas a seus clientes se os contratos serão cumpridos diante de situações políticas adversas. De qualquer forma, o enfraquecimento da reputação francesa é vantagem para os Estados Unidos, o maior exportador militar do mundo.

Últimas análises

Todos tem a chance de lucrar

Você não precisa negociar sozinho para lucrar. Obtenha lucros investindo nas contas de traders experientes!

Cadastrar-se

Há um site melhor para você

Um novo e emocionante site com serviços que se adaptam melhor à sua localização foi lançado recentemente!

Inscreva-se aqui para receber seu Bônus de Boas-vindas de 30%.