É o nosso 19º Aniversário!

Análises de Mercado

26 de junho 2017

Ideias de Negociação

Gabriel Ojimadu

Ideia para negociação de curto prazo com o par FX AUDCAD. Especulação para cima (Bull): recuperação até 1,0327

Oportunidade de negócio com par de moeda: por duas vezes o preço desviou da linha «S1». Consideramos o fortalecimento do dólar australiano em relação ao dólar dos EUA para a linha TL1 com as metas em 1,0211 (máximo de 7 de junho) e 1,0327. O cenário será cancelado caso o encerramento da vela diária ocorra abaixo de 0,9948.

Relatórios da Mídia

Tina Pham

Itália liquida dois bancos, socorro pode chegar a 17 bi de euros

ROMA/MILÃO (Reuters) - A Itália começou neste domingo a liquidar dois bancos problemáticos, baseados na região de Veneto, em um acordo que implicará a transferência dos bons ativos das instituições para o Intesa Sanpaolo (MI:ISP) e que poderá ter um custo final para o Estado de até 17 bilhões de euros (19 bilhões de dólares).

Sessões de Mercado

Gabriel Ojimadu

EURUSD abre semana com queda

O preço subiu para um máximo de 19 de junho e está se consolidando a 1,1195. Desde sexta-feira, o euro subiu de preço, mas hoje esperamos enfraquecimento.
23 de junho 2017

Sessões de Mercado

Gabriel Ojimadu

Semana difícil para mercados emergentes

Na semana passada, no curto período entre 19 e 21 de junho, os mercados de divisas dos países em desenvolvimento mergulharam em um profundo pessimismo. As cotações de petróleo bruto Brent caiu 4,8%, golpeando o nível de suporte estabelecido em 45 USD por barril, derrubando muitas das moedas de commodities. Em nossa opinião, as declarações de representantes da Líbia sobre o fato de que o país poderia aumentar a produção de petróleo, bem como aquelas de representantes do Irã informando que mercado de petróleo está necessitando de novos participantes foram recebidas com pânico nos mercados de divisas dos países em desenvolvimento.

Relatórios da Mídia

Tina Pham

BC vê inflação menor em 2017 e 2018, mas sinaliza de novo que deve cortar menos os juros

BRASÍLIA (Reuters) - O Banco Central reduziu suas previsões sobre inflação neste ano e no próximo, mas reafirmou que a redução moderada do ritmo de corte na Selic deve se mostrar adequada diante do cenário de incerteza que envolve a economia, em meio à intensa crise política que enfrenta o governo do presidente Michel Temer.

Escolher Período:

Nossos Analistas

Alexander Razuvaev
Alexander Razuvaev

Diretor do Departamento Analítico da Alpari

## ojimadu name
## ojimadu name

## ojimadu position

Vadim Yossub
Vadim Yossub

Analista Financeiro Sênior da Alpari

Ver mais Analistas
Voltar ao topo