Mais Análises

Euro sobe mesmo diante de colapso do mercado

Horário

Resultados das sessões de mercado

Nesta segunda-feira, os mercados colapsaram. Na europa, os principais índices cairam em média 5% e nos EUA, 3,5%. No entanto, o par EURUSD subiu neste contexto, apresentando alta de 300 pips, atingindo 1,1712. Já o iene caiu frente ao dólar 600 pips, batendo 116,13. No final do dia, tanto o euro como o iene passaram por correções, o que permitiu ao dólar reconquistar alguns pips - 180 em relação ao euro e 380 frente ao iene.

O mercado norte-americano sobreviveu à "segunda-feira negra", apesar que o chamado "índice do medo" aumentou consideravelmente. O índice VIX reflete os anseios dos traders diante do S%P 500. Quanto maiores os pontos do índice, mais forte o medo generalizado, forçando a venda de ações. Quando o índice abaixa, significa que os traders estão comprando confiadamente. 25 pontos significa fuga de capitais e 30 pânico financeiro. Ontem, o índice VIX adentrou a zona vermelha, batendo incríveis 46,34 pontos e fechando a 40,74. A última vez que subiu para 48 foi em 2011, quando o índice S%P 500 despencou 20% em 12 dias, de 1.347,50 para 1.076,50 (de 22.07.2011 a 09.08.2011). Nos últimos quatro dias o maior índice norte-americano caiu 12,94%, para 1.831,00.

O S%P 500 quebrou a linha de tendência em alta estabelecida há 4 anos. Esta segunda-feira um novo modelo começou a se formar. Após 46,34 do VIX podemos esperar estabilização do mercado. O representante do FED, D. Lockhart, afirmou que o aumento das taxas de juros dependerá de dados fundamentais.

Expectativas para o dia de hoje

A atenção dos traders está focada no comportamento do mercado acionário chinês. Na segunda-feira, os mercados asiáticos apresentam comportamento errático. O Nikkei do Japão subiu 0,89%, o Kospi sul-coreano 1,47%, o ASX australiano 2,54% e o Seng está negociando em alta de 1,62 %. Já o Shanghai SE Composite Index caiu 4,33%, o H. Futuros sobre o DJIA negociados com aumento de 2,23% e o S&P 500 ganhou 2,24%.

Principais Notícias

  • Às 09:00 EET, PIB da Alemanha para o segundo semestre.
  • 11:00 EET, índice de clima negocial IFO, índice de condições atuais IFO e expectativas IFO para agosto.
  • 16:45 EET, índice de atividade negocial PMI em serviços do Markit, EUA.
  • 17:00 EET, venda de novas casas, indicador de confiança consumerista, EUA.
  • 19:25 EET, discurso do representante do Banco do Canadá, Lawrence Schembri.

Análise Técnica

A meta técnica para o par EURUSD hoje é de 1,1605, durante a primeira metade da sessão europeia. O mínimo poderá ser de 1,1512, durante a sessão norte-americana. O fechamento ocorrerá a 1,1580. A volatilidade observada nas últimas 10 semanas é de 119 pips.

O par EURUSD corrigiu-se do máximo a 1,1712-1,1518. Um novo impulso logo desvaneceu-se e o euro teve de retornar à linha U3. O par está sendo negociado atualmente em 1,1554. Se o modelo em "W" estivesse sobre a linha lb, preveríamos uma alta a 1,1712, mas uma vez que o preço está em uma zona positiva mesmo diante da queda dos mercados asiáticos, hoje confirmamos uma negociação lateral.

Após uma rápida ascenção a 1,1016, irá se corrigir por 2 dias. É provável que o euro retorne para o nível 1,1605 e depois caia a 67 graus para 1,1512.

Diário

Ainda mantemos nosso prognóstico de que no fim da semana o par EURUSD atingirá 1,17. Logo na segunda-feira o par quebrou a linha de tendência e passou o corredor 1,1466-1,1533. Agora ele serve de suporte. Caso o par volte a caiu abaixo de 1,1466 é indício do fim do crescimento.

Todavia, se o euro manter-se acima de 1,1533, poderemos considerar como meta 1,1992. Este é um outro canal de preço que nos próximos 3 dias não alcançaremos, uma vez a linha U3 passa por 1,860.

Semanal

O euro passou seu curso a 90 graus. Nova meta: 1,1773 a 112 graus.

Deixar comentários