Mais Análises

EURUSD: quebra na linha de tendência

Horário

Resultados das sessões de mercado

Na terça-feira, os "bulls" europeus se alegraram com a notícia de que o governo grego acordou com seus credores as condições para o recebimento de um novo pacote de ajuda financeira.

Na sessão europeia, o câmbio EURUSD subiu para 1,1087. Ao atingir o MA da linha U3, o par entrou em fase de correção. A reversão ocorreu em 67 graus e o par retornou a 1,10.

Expectativas para o dia de hoje

A Grécia chegou a um acordo com seus credores para assistência financeira. O Banco Popular da China resolveu desvalorizar o yuan em 1,9%. Por sua vez, o FED talvez eleve a taxa de juros somente no final do ano. Desse modo, os riscos estão a favor dos "eurobulls", facilitando aos compradores de euro quebrar a linha de tendência diária.

Principais Notícias

  • Às 11:30 EET, dados do mercado de trabalho no UK, tais como rendimentos médios, desemprego e concessões de seguro desemprego.
  • Às 12:00 EET, índice de produção industrial na Zona do Euro em junho.
  • Às 13:00 EET, discurso do vice-direitor da RBA, F. Lowe.
  • Às 17:00 EET, dados sobre vagas de trabalho nos EUA e força laboral.

Análise Técnica

A meta técnica para o par EURUSD hoje é de 1,1065, durante a primeira metade da sessão europeia. O mínimo poderá ser de 1,1008, durante a sessão norte-americana. O fechamento ocorrerá a 1,1035. A volatilidade observada nas últimas 10 semanas é de 130 pips. Atualmente o par EURUSD está sendo negociado a 1,1061. Uma quebra na linha de tendência empurrará o par a 1,1130.

Tendo em vista a queda do dólar australiano e da Nova Zelândia, o suporte do euro provém de outros pares cross. Prevemos reversão do par EURUSD a 45 graus com alta subsequente. Caso a linha lb for ultrapassada, a meta diária se dará a 1,0980. Enquanto os pares cross não se inverterem, é arriscado vender euro.

Diário

O par EURUSD aproximam-se da linha de tendência. Os estocásticos diários atingiram a zona de venda. O estocástico semanal aponta para cima e dá suporte a compradores. O risco de quebra da linha de tendência aumentou. Vale a pena acompanhar as cotações das commodities. Caso continuem a cair frente ao dólar, dificilmente a linha será quebrada.

Semanal

Gráfico semanal não apresenta alterações, apenas o "flat" da linha de tendência.

Deixar comentários