EURUSD: preço cotado próximo da zona de suporte

Na quinta-feira, 29/11, o euro fechou com leve alta contra o dólar. A cotação do par oscilou em uma faixa bem estreita (1,1350-1,1400). Os participantes do mercado reagiram às notícias do Reino Unido, da Itália e dos EUA. A atividade no mercado foi baixa por conta da espera pelo relatório da reunião de setembro do Fed (Federal Reserve, banco central dos EUA), que deu sinais de aperto na política monetária do banco.

De acordo com os dados da ata da reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC, na sigla em inglês), os membros debatera a possibilidade interromper a série de aumentos da taxa de juros. O dólar se desvalorizou em relação ao euro, mas não muito. Os rendimentos dos títulos da dívida dos EUA a 10 anos caíram para perto de 3,00%.

Conforme os dados do CME Group's FedWatch, a probabilidade de aumento da taxa básica de juros em dezembro foi de 82,7%. E, para o ano que vem, é esperado outro aumento da taxa de juros. Por isso, o discurso dos membros do FOMC é os indicadores econômicos dos EUA é importante para o mercado de maneira global.

Principais notícias (GMT+3)

  • 13:00 – Eurozona: IPC (nov).
  • 16:30 – Canadá:  PIB (mensal) (set) e Índice de Preços ao Produto Industrial (IPPI) (anual) (out).
  • 17:45 – EUA: PMI de Chicago (nov).
  • 21:00 – EUA: Contagens de Plataformas Baker Hughes.
  • 15:00 – Alemanha: Leilão Alemão Bund a 10 anos.

Fig.1 EURUSD, timeframe horário. Fonte: tradingview

Análise técnica

Fiz bem em não arriscar um prognóstico para o euro. Ontem não levei em consideração o padrão da cotação. O contexto de notícias ajudou a manter o preço em uma faixa estreita. Mas hoje é provável que o preço extrapole essa faixa.

No início da sessão europeia, minha expectativa é de rompimento do limite 1,1387 e de queda do par até 1,1368. Se a queda for brusca, então o alvo pode passar para 1,1349. Se haverá uma queda além desse nível, ainda está em aberto. Não se sabe com que volume os compradores vão fazer frente aos vendedores e como estes vão reagir próximo do grau 45.

Se não houver uma queda dentro de 2-3 horas e os compradores começarem a empurrar o preço até a zona de resistência em 1,1400, então podemos nos preparar para uma alta do par até 1,1425. Se os compradores conseguirem saltar o nível 1,1425, então até o encerramento da sessão da Europa, podemos ver o euro chegando ao nível 1,1465, próximo da linha da média móvel (MA U3).

Últimas análises

Todos tem a chance de lucrar

Você não precisa negociar sozinho para lucrar. Obtenha lucros investindo nas contas de traders experientes!

Cadastrar-se

Há um site melhor para você

Um novo e emocionante site com serviços que se adaptam melhor à sua localização foi lançado recentemente!

Inscreva-se aqui para receber seu Bônus de Boas-vindas de 30%.