EURUSD: euro segue em tendência de alta

Nesta semana, o tema do Brexit passou a dominar o mercado monetário. A dinâmica da libra esterlina está no centro das atenções dos participantes do mercado. Na quinta-feira, a moeda se desvalorizou 2,3% contra o dólar, para 1,2735. A queda foi provocada pela notícia de que o ministro britânico para o tema do Brexit, Dominic Raab, apresentou carta de demissão.

Outra notícia ruim para a libra foi a possibilidade de que seja votada uma moção de censura. Diante disso, a cotação do euro caiu para 1,1271, mas os compradores recuperaram rapidamente as perdas e atualizaram a máxima da sessão europeia para 1,1362.

Principais notícias (GMT+3)

  • 11:30 – Eurozona: Discurso de Draghi, Presidente do BCE.
  • 13:00 – Eurozona: IPC (out).
  • 16:30 – Canadá: Vendas de Manufaturados (mensal) (set), Compra de Títulos Financeiros Estrangeiros (set).
  • 17:15 – EUA: Produção Industrial (out).
  • 21:00 – EUA: Contagem de Sondas Baker Hughes.
  • 00:00 – EUA: Transações Líquidas de Longo Prazo (set).

Fig.1 EURUSD, timeframe horário. Fonte: tradingview

Análise técnica

Ontem o canal de alta a partir do nível 1,1222 precisou passar por uma correção. O preço agora se encontra acima da linha da média móvel e, por isso, ele passou a atuar como suporte, em 1,1314. A linha da média móvel passa 22 pips acima da linha inferior do canal. Caso haja uma queda do preço abaixo do nível 1,1295, o cenário de crescimento será cancelado. Nesse caso, é bom acompanharmos as manchetes sobre a questão orçamentária italiana. Elas podem acabar colapsando o par.

A expectativa é de crescimento do par no canal até o nível 1,1395. Se o euro se valorizar com o enfraquecimento generalizado do dólar, então é provável que haja um teste da marca 1,1430. O estocástico está apontado para cima. É provável também um rebote até a linha da média móvel.

Entre as notícias do calendário econômico, o relatório sobre a inflação (IPC) na Eurozona será o destaque para os traders. Se os resultados forem positivos, é possível que a cotação do par suba até sem rebotes. A expectativa dos analistas é de algo em torno de 2,2%. Às 11:30 (GMT+3), está agendado o discurso do presidente do BCE, Mario Draghi. Ao contrário do que ocorre com a coletiva de imprensa após as reuniões do banco, o discurso não deverá ter impacto sobre o mercado.

Últimas análises

Todos tem a chance de lucrar

Você não precisa negociar sozinho para lucrar. Obtenha lucros investindo nas contas de traders experientes!

Cadastrar-se

Há um site melhor para você

Um novo e emocionante site com serviços que se adaptam melhor à sua localização foi lançado recentemente!

Inscreva-se aqui para receber seu Bônus de Boas-vindas de 30%.