EURUSD: par próximo da zona de reversão

Na quarta-feira, 17, a cotação do euro fechou em queda frente à valorização geral do dólar e às incertezas sobre  Brexit e a questão orçamentária da Itália.

A Alemanha começou a se preparar para um fracasso das negociações do Brexit. A revista alemã Spiegel noticiou que o comissário para Orçamento da União Europeia, Guenther Oettinger, rejeitará o projeto de lei orçamentário da Itália para 2019.

Além das questões na Europa, o dólar teve um gás adicional com a divulgação da ata da reunião de política monetária de setembro do Federal Reserve (Fed, o banco central americano). A ata indicou que a alta na taxa básica de juros será mantida.

Principais notícias (GMT+3)

  • 11:30 – Reino Unido: Vendas no Varejo (mensal) (set).
  • 15:30 – EUA: Pedidos Iniciais por Seguro-Desemprego e Índice de Atividade Industrial Fed Filadélfia (out).
  • 16:00 – EUA: Discurso de Bullard, Membro do FOMC. 
  • 18:30 – EUA: Discurso de Quarles, membro do FOMC.

Fig.1 EURUSD, timeframe horário. Fonte: tradingview

Análise técnica

A queda na cotação do euro se desacelerou em torno do grau 112. Do ponto de vista técnico, o preço já está pronto para uma correção para cima, mas acho que ela só vai começar a partir da região 1,1460 – 1,1487. Considerando que a Comissão Europeia rejeitou o projeto orçamentário italiano, vale comprar euro próximo do grau 135, contra o movimento de queda.

Oettinger afirmou que o plano não cumpre as obrigações fiscais estipuladas pela União Europeia. Roma agora deve alterar o orçamento e apresentá-lo novamente à Comissão. Do ponto de vista ideal, considero um rebote a partir de 1,1460 com alvo em 1,15 na quinta-feira e 1,1525 na sexta-feira.

Últimas análises

Todos tem a chance de lucrar

Você não precisa negociar sozinho para lucrar. Obtenha lucros investindo nas contas de traders experientes!

Cadastrar-se