Mais Análises

EURUSD: Análise de Mercado (27/07/18)

O euro teve uma queda em relação ao dólar de quase 80 pips, de 1,1730 para 1,1650, depois da reunião do BCE (Banco Central Europeu) ocorrida ontem. Não houve mudanças na política monetária da instituição. O banco manteve a taxa de juros em 0% a.a. e reiterou que pretende acabar com o programa de compra de ativos (o volume mensal de compra de ativos está em torno de 30 bilhões de euros até o final de setembro; depois, será reduzido para 15 bilhões até o final de dezembro).

Durante a coletiva de imprensa, Mario Draghi, presidente do BCE, destacou que a instituição mantém a perspectiva otimista sobre a economia europeia e considera que os riscos estão equilibrados. Analistas do BCE mantém a expectativa de crescimento do PIB anual em 2018 nos 2,1%. Draghi reafirmou que o ritmo de crescimento da economia europeia está se estabilizando e que as baixas taxas de crescimento do primeiro semestre deste ano eram de caráter temporário. Ontem escrevi que, caso houvesse uma retórica desse tipo, a expectativa seria de queda da cotação do EURUSD.

Principais notícias (GMT+3)

  • 15:30: Produto Interno Bruto Anualizado (preliminar) para o segundo trimestre nos EUA. Expectativa é de 4-4,2%.
  • 17:00: Índice de Sentimento do Consumidor Reuters/Michigan (jul) nos EUA.

Análise Técnica

No timeframe de 4 horas (H4), o par continua dentro do canal do triângulo de baixa:

No gráfico, vemos que logo após a reunião do BCE, o par EURUSD deu uma guinada a partir do limite superior do canal formado pelo padrão triangular, caiu e agora retorna para a linha inferior do triângulo (marcação de verde no gráfico). O limite inferior do triângulo está próximo do nível de 1,1530.

No timeframe horário (H1), apareceram três topos em torno dos 1,1740:

Eles indicam a formação de uma zona bem estável de resistência nessa região.

Acredito que a pressão do dólar contra o euro continuará e, se os dados sobre o PIB dos EUA no segundo trimestre se revelarem positivos – a partir de 3,5%, na minha opinião –, é possível que a cotação do par EURUSD teste o nível de 1,1600. Porém, é claro que, se os dados forem desanimadores, o dólar pode ser corrigido ao longo do dia e cair até a zona de resistência de 1,1740.

Gostaria de destacar ainda que nem no gráfico de 4 horas nem no horário há sinais de tendência. Por isso, apesar da persistência desse viés de baixa, quem tiver posições curtas deve ficar atento e não se precipitar.

No momento de escrita da análise, o par EURUSD é cotado a 1,1645.

Deixar comentários