Mais Análises

EURUSD: Análise de Mercado (26/07/18)

Ontem à noite, em Washington, ocorreu a reunião entre o presidente dos EUA, D. Trump, e o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker. A reunião tratou das relações comerciais entre Estados Unidos e União Europeia. No mercado financeiro, acredita-se que as tensões entre ambos diminuirá e a reação foi bastante positiva.

O par EURUSD, depois da reunião, teve alta de 1,1680 para 1,1730 (aprox. +50 pips). No entanto, não acredito que essa alta esteja relacionada com a reunião entre os dois representantes de governo, mas com a tensão no mercado financeiro frente à reunião do BCE. Só o par EURUSD começou a se comportar de maneira bem volátil.

Principais notícias (GMT+3)

  • 14:45: Decisão da Taxa de Juros do BCE.
  • 15:30: Coletiva de Imprensa do BCE.
  • 17:00: Pedidos de Bens Duráveis (jun) nos EUA.

Análise Técnica

No timeframe de 4 horas, o par está testando a linha superior do canal formado pelo triângulo de baixa:

No timeframe horário, o par testa o nível que se formou a partir dos dois topos anteriores (“Max 1” e “Max 2”):

Uma zona de resistência importante continua no nível de 1,1824, onde ficou o par EURUSD na véspera da última reunião do BCE.

Do ponto de vista da análise técnica, nem no H4 nem no H1 há propriamente uma tendência. Por isso, não vou abrir posições no par EURUSD. Aguardarei o resultado da reunião do BCE e só entrarei no mercado para vender euro, caso a instituição dê sinais de mudança na política monetária. Escrevi sobre isso ontem e expliquei por que, do ponto de vista da análise fundamental, acho que o dólar tem mais perspectivas do que o euro.

Gostaria de acrescentar ainda que, durante a reunião e a coletiva de imprensa após a reunião, a volatilidade deve aumentar bastante. Por isso, se eu optar por vender euro, farei isso só depois que a volatilidade baixar e o mercado se acalmar.

Enquanto escrevo a análise, o par EURUSD é cotado a 1,1728.

 

Deixar comentários