É o nosso 19º Aniversário!

EURUSD: vendedores se direcionam para o grau 135

Resultados das Sessões de Mercado

Na quarta-feira, 6 de dezembro, o par euro/dólar fechou em queda. O dólar americano valorizou-se face à maioria das principais moedas, diante do progresso dos legisladores no tema da reforma tributária, nos EUA. Os republicanos do Senado dos Estados Unidos concordaram em negociar com a Câmara dos Deputados a legislação tributária. Assim, o mercado espera que, nos próximos dias, um compromisso seja anunciado. Enquanto isso, os participantes do mercado aguardam dois eventos importantes: a publicação do relatório sobre o mercado de trabalho dos EUA, marcada para sexta-feira, e a reunião do FOMC, agendada para o dia 13 de dezembro.

Principais Notícias

  • Às 10:00 EET, produção industrial (outubro), na Alemanha.
  • Às 10:45 EET, publicação do saldo da balança comercial (outubro), na França.
  • Às 11:00 EET, publicação das reservas de divisa estrangeira (outubro), na Suíça.
  • Às 11:30 EET, preços de residência Halifax (novembro), no Reino Unido.
  • Às 13:00 EET, divulgação das variações no Produto Interno Bruto para o terceiro trimestre, na Eurozona.
  • Às 16:30 EET, divulgação das alegações de desemprego continuadas e iniciais, nos EUA.
  • Às 16:30 EET, divulgação das permissões de construção para novembro, no Canadá.
  • Às 18:00 EET, índice Ivey de gerenciamento de compras (novembro), no Canadá.
  • Às 18:30 EET, divulgação do crédito ao consumidor (outubro), nos EUA.

Fig.1 EURUSD, timeframe horário. Fonte: tradingview

Análise Técnica

Na quarta-feira, não apresentei previsão para o euro porque a situação estava incerta no nível 1,1845. A partir da abertura das negociações na Europa, o preço desviou-se da linha de tendência, anteriormente rompida. Após enfraquecimento da moeda única, ela se recuperou com nova força.

Inicialmente, o preço retornou até o grau 112, a 1,1799. Em seguida, moveu-se até o limite inferior do canal “A-A”. De maneira interessante, o preço caiu diante queda da rentabilidade dos títulos da dívida pública dos EUA. A pressão sobre o par principal foi exercida pelo par cruzado euro/libra.

Nas negociações da Ásia, o preço segue uma tendência lateral diante de alta nos pares cruzados. Isso indica que o dólar está atacando em todas as frentes e os vendedores estão dispostos a atualizar o mínimo de ontem.

Considerando que entre o indicador AO e os mínimos 1,1801 e 1,1781 formou-se uma divergência “altista”, então será formada uma dupla divergência do mesmo tipo em caso de recuperação do mínimo 1,1781, o que é um forte sinal de rebote.

E por que um rebote a partir de 1,1772? Porque é nesse nível que passa o grau 135. A zona entre os graus 112 e 135 é de reversão. No caso, para correção de saída. Do nível de 1,1772, formou-se um modelo de três ondas, para depois chegar até 1,1709. Acompanhem o par cruzado euro/libra. No timeframe de 4H está se formando um triângulo. Para baixo será acentuada a queda do euro contra o dólar. Diante da expectativa de rebote, não vale a pena comprar euro, já que a correção pode demorar 24 ou 40 horas e o preço ainda não subir. Aqui é possível ver com que rapidez o preço passa pelo TR3 e, nesse caso, quais serão os volumes.

Atenção:

Os prognósticos apresentados nas análises constituem a visão pessoal do autor. Os comentários feitos não podem ser considerados recomendações ou guia de trabalho nos mercados financeiros. A Alpari de modo algum fica responsável por algum prejuízo (ou outro dano), direto ou indireto, que possa surgir pelo uso do material publicado.

Voltar ao topo