Em reviravolta, peso mexicano volta a subir frente ao dólar

Resultados das Sessões de Mercado

Entre 18 a 23 de janeiro, nos mercados de divisas emergentes, o otimismo é acabou por dominar o longo pessimismo que vinha desde o difícil ano de 2016. O petróleo Brent permanece a níveis de 54-56 USD por barril, após os resultados a reunião em Viena do comitê da OPEP para o monitoramento da redução da produção de petróleo, a qual não trouxe resultados positivos significativos, embora não trouxe também razões para a queda de preços. O acordo vem sendo executado, todavia os participantes nos mercados de petróleo gostariam de ter certeza de que ele irá continuar a ser observado após junho. O acordo da OPEP traz dúvidas aos mercados especialmente no contexto da declaração da Arábia Saudita de que o país não tem a intenção de continuar a diminuir na produção de petróleo a partir de junho deste ano.

A inauguração de Donald Trump trouxe em muitos países desenvolvidos protestos maciços, mostrando que o mandato presidencial do magnata não vai ser fácil.

Expectativas dos Mercados Emergentes

O peso mexicano, ao longo deste período, foi o líder de crescimento frente ao dólar (+ 2,54%). Já o real brasileiro subiu + 1,66%, zloty polonês (+ 1,16%) e rand sul africano (+ 1,17%). Já o yuan chinês subiu 0,44% e a lira turca também aumentou, mas apenas por 0,18%.

No México, o peso começou a subir em relação ao dólar.
Uma dos motivos foi a queda da taxa de desemprego em dezembro no país, que caiu 3,5% em novembro para 3,4%, bem como a notícia de que o presidente Enrique Pena Nieto está pronto para negociar com o presidente dos EUA a conclusão de novos acordos comerciais após a saída dos EUA do TTP.

Na China, foram publicados dados sobre o crescimento do PIB para 2016, o qual aumentou 6,8%, excedendo as previsões de mercado (+6,7%). No entanto, o crescimento do PIB desacelerou ligeiramente no quarto trimestre em relação ao terceiro trimestre de 1,8% para 1,7%, todavia manteve-se com as expectativas do mercado.

Análise Técnica

No que tange ao par EURUSD, o euro caiu a um ângulo de 45 graus para a linha de tendência. Prevemos para hoje recuperação a partir da linha de tendência de modo que poderá causar aumento nas compras de euro. Os “eurobulls” acreditam no fortalecimento da moeda única. Assim, o mercado terá que encontrar um novo nível de equilíbrio perto do nível 1,0671. Com a abertura da próxima sessão europeia é possível atingir 1,0740 / 45, e com ele à espera de depreciação ao grau 90.

Fig.1 EURUSD, timeframe horário. Fonte: tradingview

Últimas análises

Todos tem a chance de lucrar

Você não precisa negociar sozinho para lucrar. Obtenha lucros investindo nas contas de traders experientes!

Cadastrar-se