Mercado externo na mira de empresas chinesas

Os mercados acionários asiáticos desta quarta-feira (19.10) foram abertos em relativa alta. O índice japonês Nikkei 225 subiu 0,2% e o australiano ASX 0,4%. Na China, o mais importante índice do país, o Shanghai Composite, subiu 0,5%, todavia o Hang Seng caiu 0,31%. Já os futuros de índices S&P 500 vêm sendo negociados em alta de 0,52% frente ao nível alcançado no dia anterior.

 

As empresas chinesas continuam a expandir seus investimentos no mercado externo. Nos primeiros nove meses de 2016, de acordo com dados publicados pelo Ministério do Comércio da China, o volume de investimentos diretos no estrangeiro em setores não financeiros atingiu 882 bilhões de yuans, 131  bilhões de dólares, representando um aumento de 53,7% em relação ao mesmo período do ano passado. O dólar americano vem sendo negociado frente ao yuan ligeiramente em baixa, a 6,7396 (-0,0013 e -0,02%).

No que tange ao par EURUSD, o euro estagnou-se no diapasão entre 1,1000-1,1025, corrigido-se ao fim do dia para 1,0970. O dólar se enfraqueceu mesmo com os fortes dados índice de preços ao consumidor nos Estados Unidos. Hoje, ao longo da sessão asiática, o par tentou passar de 1,1 mas rapidamente retornou para 1,0980. Teremos hoje nos EUA a publicação de estatísticas sobre a construção de novas casas em setembro, e o Fed vai lançar seu "Livro Bege". No Canadá teremos a publicação da política monetária.

Análise Técnica

Quanto à análise técnica, observa-se que a moeda única ficou sob pressão devido à dinâmica do par cruzado euro / libra, mormente após a publicação de dados de inflação do Reino Unido. Além disso, os traders estão ansiosos pela reunião do BCE que ocorrerá amanhã.

No timeframe horário, os indicadores lançam sinais de fortalecimento do euro. Prevemos dois cenários: os indicadores diários e semanais indicarem queda do euro enquanto que os indicadores horários voltarem a indicar alta. Para que se decida, não devemos esquecer a proporção entre posições longas e curta (long / short = 78/22). Portanto, cremos que, por hora teremos a queda do euro passando a atualização do mínimo de 17/10/16, para depois voltar a subir. O discurso de M. Draghi nesta quinta-feira vai corrigir modelo de preços na direção certa.

Fig.1 EURUSD, timeframe horário. Fonte: tradingview

Últimas análises

Todos tem a chance de lucrar

Você não precisa negociar sozinho para lucrar. Obtenha lucros investindo nas contas de traders experientes!

Cadastrar-se

Há um site melhor para você

Um novo e emocionante site com serviços que se adaptam melhor à sua localização foi lançado recentemente!

Inscreva-se aqui para receber seu Bônus de Boas-vindas de 30%.