Comércio sino-russo alavanca mercados asiáticos

Os mercados acionários asiáticos desta sexta-feira (09.09) foram abertos em alta. O índice japonês Nikkei 225 caiu 0,2% e o australiano ASX 0,8%. Na China, o mais importante índice do país, o Shanghai Composite, subiu 0,2% assim como o Hang Seng cuja alta bateu 1,0%. Já os futuros de índices S&P 500 vêm sendo negociados em alta de 0,1% frente ao nível alcançado no dia anterior.

Em agosto, o comércio entre Rússia e China cresceu para 6,8 bilhões de dólares, batendo a marca de 11% a mais do que o mesmo período em 2015. As importações chinesas somaram sozinhas 4,5 bilhões de dólares, enquanto que a contraparte russa importou 2,7 bilhões. O crescimento do comércio sino-russo se deve à melhora das relações institucionais entre os dois países. O dólar americano vem sendo negociado frente ao yuan ligeiramente em alta, a 6,6750 (0,0081 ou 0,12%).

No que tange ao par EURUSD, na sexta-feira, euro vem subindo diante do anúncio das decisões do BCE. Ontem, no início da conferência de M. Draghi, o par euro / dólar subiu para 1,1327. O crescimento das cotações deteram-se no grau 157. Aao final, os traders de euro acabaram por se decepcionar, permitindo que o par caísse para 1,1247.

Hoje, ao longo da sessão asiática, o euro ficou mais caro. No timeframe diário se formou uma pinbar, dando sinal de que poderemo vender euro antes do fim de semana entre o diapasão 1,1290-1,1300. As vendas serão lucrativas até o nível 1,1250, todavia não é recomendável deixar posições abertas durante o final de semana.

Fig.1 EURUSD, timeframe horário. Fonte: tradingview

Últimas análises

Todos tem a chance de lucrar

Você não precisa negociar sozinho para lucrar. Obtenha lucros investindo nas contas de traders experientes!

Cadastrar-se