Mais Análises

PMI em crescimento na China

Os mercados acionários asiáticos desta terça-feira (02.08) foram abertos em baixa, acompanhando a queda do petróleo. O índice japonês Nikkei 225 subiu 1,2% e o australiano ASX 0,8%. Na China, o mais importante índice do país, o Shanghai Composite, caiu 0,1% assim como o Hang Seng cuja queda bateu 0,7%. Já os futuros de índices S&P 500 vêm sendo negociados em alta de 0,1% frente ao nível alcançado no dia anterior.

A Secretaria Estatal de Estatística da China publicou dados sobre o índice PMI industrial Em julho deste ano, o qual foi de 49,9, uma queda de 0,1 pontos em comparação com o mês anterior. No que concerne as grandes empresas, o índice PMI de julho subiu para 51,2, uma alta de 0,2 pontos maior do que no mês anterior. Enquanto isso, os indicadores de pequenas e médias empresas apresentou queda - de 0,2 e 0,5 pontos para 48,9 e 46,9, respectivamente. O índice de atividade negocial em setores produtivos da China foi de 53,9, (+0,2). O aumento deste indicador foi registrado por dois meses consecutivos. O índice PMI reflete o nível de atividade de negócios das maiores empresas do país. Uma leitura acima de 50 indica expansão do setor manufatureiro, abaixo de 50 a sua redução.

O dólar dos EUA continua sua ascensão contra o yuan e vem sendo negociado a 6,6477 (0,0038 ou 0,06%).

O par EURUSD foi negociado na terça-feira de manhã em um corredor estreito entre 1,1155 e 1,1180, após a dinâmica tumultuosa da semana passada. Hoje, a tendência será definida por um novo lote de estatísticas sobre os preços ao produtor na UE, bem como dados sobre receitas e despesas no consumo privado nos Estados Unidos.

Deixar comentários