Mais Análises

Queda do mercado acionário americano reflete na Ásia

Os mercados acionários asiáticos desta quarta-feira (19.05) foram abertos com dinâmica mista, refletindo as incertezas do mercado norte-americano. O índice japonês Nikkei 225 subiu 2,0% e o australiano ASX 0,1%. Na China, o mais importante índice do país, o Shanghai Composite, caiu 2,8% assim como o Hang Seng cuja queda bateu 0,4%. Já os futuros de índices S&P 500 vêm sendo negociados em alta de 0,2% frente ao nível alcançado no dia anterior.

Ontem, ao longo do dia, o par EURUSD cresceu de 1,0985 para 1,1030, todavia voltou ao nível de 1,10 até o final da sessão norte-americana. Hoje, a Fed dos EUA irá terminar a reunião de dois dias sobre a política monetária, e os mercados estarão aguardando um comentário formal sobre o futuro processo de normalização das taxas de juro. Antes da publicação da decisão esperaramos elevada volatilidade nos mercados de divisas. O dólar dos EUA caiu contra o yuan e vem sendo negociado a 6,6708 (-0,0012, ou -0,02%).

No que toca ao mercado de commodities, os preços do petróleo continuaram ao longo do dia de ontem, chegando a 44,1 USD por barril de Brent - o nível mais baixo desde o início de maio. Ao fim da sessão norte-americana, as cotações ficaram em 44,6 USD. O relatório do American Petroleum Institute API mostraram um declínio das reservas de petróleo em 8,27 milhões, em comparação com a queda de 2,30 milhões de barris da semana anterior. Hoje, durante a sessão asiática, as cotações vêm subindo sensivelmente de 44,55 USD para 44,8 USD. O evento importante para a sessão americana é o relatório sobre resernvas da Agência de Informação Energética EIA.

Deixar comentários