É o nosso 19º Aniversário!

Yuan será a terceira moeda mais importante do mundo

Os mercados acionários asiáticos desta terça-feira (26.05) foram abertos com dinâmica mista, uma vez que as bolsas norteamericanas deram início à retração dos picos máximos atingidos nos últimos dias. O índice japonês Nikkei 225 caiu 1,4% e o australiano ASX 0,1%. Na China, o mais importante índice do país, o Shanghai Composite, subiu 0,6% assim como o Hang Seng cuja alta bateu 1,2%. Já os futuros de índices S&P 500 vêm sendo negociados em alta de 0,1% frente ao nível alcançado no dia anterior.

O Insituto de Pesquisa de Moedas Internacionais da Universidade Popular da China publicou um relatório denominado “A Internacionalização do Yuan - 2016”, o qual demonstra que diante da estabilização da economia chinesa, a internacionalização do yuan como moeda de troca entre países vem aumentando. Os fatores que incluem a retomada da expansão econômica, a melhoria do sistema financeiro, uma utilização mais ampla da moeda em trocas comerciais permitiram que a internacionalização da moeda aumentasse em 10 vezes no período de 5 anos. Em comparação com 2014, os indicadores do processo de abertura da economia, os quais refletem também o status internacional da moeda, subiram 43% em 2015. Espera-se que o yuan em dois anos ultrapasse o iene japonês e a libra esterlina, se tornando ao lado do dólar e euro a terceira mais importante moeda do mundo

Apesar do fato de que as principais moedas asiáticas (iene e yuan) terem causado uma ligeira resistência ao dólar na semana passada,  a moeda americana caiu frente o yuan e vem sendo negociado a 6,6754 (-0,0045 ou -0,07%).

No que toca ao mercado de commodities, os preços de petróleo cairam com os dados do crescimento das reservas e do abrandamento do crescimento econômico global. O barril de Brent caiu 45,9 USD para 44,6 USD. Nesta terça-feira, seguiu uma ligeira recuperação para 44,9, todavia cremos que irá retornar ao nível do início de maio, o qual possui o significativo apoio em 43,3 USD. Hoje, ao longo da sessão norte-americana, aguardamos ajustes do relatório sobre as reservas de petróleo norte-americanas, preparado pelo API Petroleum Institute.

Atenção:

Os prognósticos apresentados nas análises constituem a visão pessoal do autor. Os comentários feitos não podem ser considerados recomendações ou guia de trabalho nos mercados financeiros. A Alpari de modo algum fica responsável por algum prejuízo (ou outro dano), direto ou indireto, que possa surgir pelo uso do material publicado.

Mais análises deste Especialista

Vadim Yossub

Nossos Analistas

Alexander Razuvaev
Alexander Razuvaev

Diretor do Departamento Analítico da Alpari

## ojimadu name
## ojimadu name

## ojimadu position

Vadim Yossub
Vadim Yossub

Analista Financeiro Sênior da Alpari

Ver mais Analistas
Voltar ao topo