É o nosso 19º Aniversário!

China pronta à expansão empresarial

Os mercados acionários asiáticos desta terça-feira (06.07) foram abertos em baixa, dando sequência à dinâmica de baixa iniciada ontem. O colapso da libra britânica alarmou os traders asiáticos, os quais agora buscam ativos de proteção, tais como o iene japonês, ouro e títulos do governo dos EUA. Ontem, ao final do dia, o euro era cotado a 1,1062. O par libra / dólar caiu para níveis de 1985. Hoje, o sentimento de aversão ao risco refletido pelos traders e investidores causaram queda nos principais índices. O índice japonês Nikkei 225 caiu 2,5% e o australiano ASX 0,8%. Na China, o mais importante índice do país, o Shanghai Composite, caiu 0,1% assim como o Hang Seng cuja queda bateu 1,7%. Já os futuros de índices S&P 500 vêm sendo negociados em baixa de 0,4% frente ao nível alcançado no dia anterior.

No que tange ao mercado de commodities, o petróleo continua sendo vendido mais barato por causa de temores relacionados à desaceleração das principais economias globais irão reduzir a demanda. Ao final do dia, o preço do barril de Brent caiu de 50,00 USD para 47,55 USD. Hoje, ao longo da sessão asiática, observa-se tentativas de recuperação, com cotações beirando 47,95 USD. Durante a sessão norte-americana  esperamos maior flutuação de preços com a publicação do relatório sobre as reservas de petróleo, preparado pelo American Petroleum Institute (API).

China continua concentrando esforços em sua política de fusões e aquisições empresariais no exterior com o objetivo de criar "condições comerciais razoáveis ​​e transparentes" para suas empresas. O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hong Lei, afirmou que “a atividade negocial deve ser tratada com prioridade. Tanto como fusões quanto aquisições no exterior são um importante indicador de internacionalização das empresas chinesas”, demonstrando a prontidão do governo chinês em fomentar as empreitadas dos principais atores econômicos do país. Exemplo disso foi o anúncio pela grande empresa chinesa na área de eletrodomésticos “Midea” da conclusão da uma aquisição realizada na Alemanha da empresa “Kuka”. De acordo com Hong Lei, esses acordos permitem que as empresas estrangeiras e chinesas combinem suas forças em uma maior contribuição para o desenvolvimento econômico e social. O dólar americano vem sendo negociado frente ao yuan com o aumento moderado a 6,6934 (0,0074 ou 0,11%).

07 de julho, 07:48 (GMT+3)
Euro cai a 1,11

Atenção:

Os prognósticos apresentados nas análises constituem a visão pessoal do autor. Os comentários feitos não podem ser considerados recomendações ou guia de trabalho nos mercados financeiros. A Alpari de modo algum fica responsável por algum prejuízo (ou outro dano), direto ou indireto, que possa surgir pelo uso do material publicado.

Mais análises deste Especialista

Vadim Yossub

Nossos Analistas

Alexander Razuvaev
Alexander Razuvaev

Diretor do Departamento Analítico da Alpari

## ojimadu name
## ojimadu name

## ojimadu position

Vadim Yossub
Vadim Yossub

Analista Financeiro Sênior da Alpari

Ver mais Analistas
Voltar ao topo