Mais Análises

Euro cai diante das minutas do FOMC e baterá 1,304

Resultados das Sessões de Mercado

Nesta terça-feira (17.05), o par euro / dólar fechou com uma ligeira queda, deixando o máximo de 1,1348 por fatores ligados provavelmente à publicação sobre a inflação nos Estados Unidos, a qual, aliás, aumentou. Da mesma forma, o aumento do preços de petróleo também influenciaram no par.

O índice de preços ao consumidor em abril nos Estados Unidos saiu melhor do que o esperado, derrubando o euro / dólar para 1,1301.

Da mesma forma, não observamos rally do dólar mesmo após a publicação de dados positivos sobre a produção industrial nos EUA. O índice em abril subiu 0,7% em comparação com o 0,2% da previsão e do valor anterior de - 0,9%. Mesmo diante das estatísticas positivas do volume de construção de novas casas o dólar não subiu.

Expectativas para Hoje

Hoje, o evento-chave para o dólar será a publicação das atas da reunião da Comissão para Mercado Aberto do Fed norte-americano (FOMC). Diante do evento prevemos que o par atingirá 1,1255-60 na parte da manhã, seguido por uma recuperação de 1,1304 após a publicação das minutas.

Principais Notícias

  • Às 10:30 EET, dados do mercado de trabalho: índice de variação média salarial e número de pedidos de seguro-desemprego, bem como a taxa de desemprego, Reino Unido;
  • Às 11:00 EET, dados finais sobre o índice de preços ao consumidor para abril, Zona do Euro;
  • Às 16:30 EET, alteração nas reservas de petróleo entre 09-15 maio, EUA;
  • Às 20:00 EET, minutas do FOMC.

 

Análise Técnica:

A meta técnica para o par EURUSD hoje é de 1,1258, durante a primeira metade da sessão europeia. O mínimo poderá ser de 1,1304, durante a sessão norte-americana. O fechamento ocorrerá a 1,1304.

O traders estão em dúvida sobre como o par euro / dólar atingiu ontem o nível 1,1301. Na segunda à noite, os vendedores conseguiram bloquear a alta observada na Ásia e derrubaram o par para 1,1284. Hoje, cremos que irão testar o nível 1,1260. Caso a correção atinja 1,1282, teremos a continuação da tendência de baixa.

A partir do grau 67, considero que o euro poderá se recuperar para o nível de 1,13, uma vez que os traders fecharão suas posições curtas antes da publicação das atas do FOMC. Todavia, é patente que ninguém espera que o Fed realize o aumento da taxa de juros em junho, de modo que, se o euro não retornar ao 1,13 ao fechamento do dia, cairá para 1,1080

Deixar comentários