É o nosso 19º Aniversário!

Libra cai após ata da reunião do Banco da Inglaterra

Nesta quinta-feira, durante a sessão europeia, o dólar continua a enfraquecer-se. O par EURUSD atingiu a marca de 1,1183, enquanto o  GBPUSD 1,4665. A pressão sobre o dólar elevou-se depois das declarações de Willian Dudley e dos decepcionantes índices de atividade negocial no setor de serviços preparados pela Markit (empresa provedora global de informações serviços financeiros) e ISM (Institute for Supply Management - Instituto de Gestão de Fornecimento).

A Comissão Europeia reduziu sua previsão para o PIB da Zona do Euro, que, aliada à inflação, fez com que a moeda única fortalecesse contra o dólar. Os “eurobulls” receberam apoio do crescimento do par cross EURGBP. A moeda única observou sua demanda subir em antecipação aos resultados do Banco da Inglaterra sobre as taxas de juro.

A previsão para o PIB em 2016 foi reduzida para 1,7% contra 1,8% prognosticado em novembro. Já o crescimento dos preços ao consumidor na Zona do Euro foi reduzida de 1% para 0,5% este ano. A Comissão Europeia baseou-se no preço do Brent média anual de 35,8 USD por barril em 2016.

Antes da reunião, o par GBPUSD caiu 70 pips para 1,4588. Após a reunião, o Banco da Inglaterra manteve as taxas de juros em 0,5% e o programa de compra de obrigações no montante de 375 milhões de libras. A taxa de juros no país se mantém inalterada desde 2009 e o programa desde 2012. Todos os nove membros do Banco do Comitê de Política Monetária da Inglaterra votaram contra o aumento.

A libra britânica reagiu à decisão do regulador com baixa para 1,4544. O par cross euro / libra subiu para 0,7677. Tendo em vista a decisão sobre as taxas de juros e os NFP a serem publicados amanhã, esperamos a queda do par libra / dólar para 1,4525. Já o par EURUSD vem recebendo apoio de outros pares cross, os quais poderão jogar aquele para 1,1120, após a fase de correção.

05 de fevereiro, 08:07 (GMT+3)
EURUSD: mercado em apreensão diante dos NFP

Atenção:

Os prognósticos apresentados nas análises constituem a visão pessoal do autor. Os comentários feitos não podem ser considerados recomendações ou guia de trabalho nos mercados financeiros. A Alpari de modo algum fica responsável por algum prejuízo (ou outro dano), direto ou indireto, que possa surgir pelo uso do material publicado.

Voltar ao topo