Mais Análises

Queda do petróleo pode gerar uma crise financeira mundial?

O Wall Street Journal, com base em relatórios da empresa de consultoria Alix Partners US, acredita que um terço das empresas de petróleo dos EUA em breve poderão ir à falência devido mormente à queda anormal dos preços do petróleo. A Alix Partners relatou que os lucros das petrolíferas norte-americanas e canadenses mais de 2000% durante o ano de 2016 em comparação com 2015.

A OPEP vem tentando gradualmente obter vantagens na guerra de preços contra os Estados Unidos. Provavelmente após seu sucesso em reduzir as quotas de produção, a organização conseguirá um aumento dos preços a níveis mais satisfatórios. Ela irá concentrar a partir de agora seus esforços para reconquistar os preços pré-crise, mormente a partir dos principais países exportadores. Atualmente, o cartel produz 31,5 milhões de barris por dia, todavia a meta é reduzir a produção para 24 milhões de barris.

No entanto, a situação é muito mais complicada do que parece à primeira vista. A crise do setor de petróleo os EUA teve suas origens nos movimentos cíclicos da taxa de juros do Fed: seu aumento é um fator negativo adicional para a indústria petroleira norte-americana. Os investidores temem que as enormes dívidas do setor poderão causar uma nova crise financeira comparável a de 2007-2008 que teve como resultado a falência de grandes instituições financeiras norte-americanas. Há receios de que a crise cause uma recessão na economia dos EUA e, consequentemente, na economia global.

Deixar comentários