EURUSD: novo máximo provável antes de qualquer correção futura

Na segunda-feira, 30 de dezembro, o euro esteve 23 pontos acima no final da sessão de trading (+0,20%). O dólar dos EUA manteve-se sob pressão durante a época festiva. O euro subiu para 1,1211 na sessão de trading asiática e retomou o seu  crescimento para 1,1221 na sessão dos EUA.

Notícias de hoje (GMT+3):

  • 17:00 EUA: Índices dos preços de habitação S&P/Case-Shiller (em relação ao ano anterior) (Out.).
  • 17:45 EUA: Índice do preço de habitação (em relação ao mês anterior) (Out).
  • 18:00 EUA: Confiança do Consumidor.
Рис. 1

Situação atual:

Depois de bater um novo máximo, o preço consolidou num intervalo estreito durante 14 horas. O mercado mantém-se otimista sobre o acordo comercial EUA-China. De acordo com as notícias, o vice-primeiro-ministro da China, Liu He, irá visitar Washington ao longo do fim de semana para assinar um acordo. A atividade de mercado acalmou com as notícias que concernem o acordo comecial, por isso, depois do Ano Novo, os participantes no mercado irão virar as suas atenções para o Brexit.

Na terça-feira, o calendário de notícias oferece dois índices de preço de habitação e o indicador de confiança do consumidor fora dos EUA. Muitos traders e investidores deixaram as suas posições antes do Natal. Acreditamos não serem esperadas reações à publicação destas estatísticas.

De acordo com a previsão, esperamos uma dinâmica multidirecional do euro: uma queda para 1,1190 com um aumento posterior para 1,1223. O par está tecnicamente pronto para a correção, mas como o mercado está apertado, é mais rentável considerar a continuação de um movimento ascendente do que uma queda de valor.

Últimas análises

Todos tem a chance de lucrar

Você não precisa negociar sozinho para lucrar. Obtenha lucros investindo nas contas de traders experientes!

Cadastrar-se

Há um site melhor para você

Um novo e emocionante site com serviços que se adaptam melhor à sua localização foi lançado recentemente!

Inscreva-se aqui para receber seu Bônus de Boas-vindas de 30%.