EURUSD: os altistas tiveram estragos com Weidmann

Anterior:

Na quinta-feira, 31 de janeiro, o par perdeu quase todos os ganhos que tinha alcançado após a reunião do FOMC. O par sofreu uma forte queda na sequência das declarações proferidas pelo presidente do Bundesbank Jens Weidmann. Disse que a taxa de crescimento económico alemão será significativamente mais lenta do que os 1,5% previstos para 2019. À luz destas observações, o euro caiu para 1.1436.

Notícias de hoje (GMT+3):

  • 11:30 Suíça: vendas de retalho reais (Dez.), SVME – PMI (Dez.).
  • 11:50 França: PMI de indústria Markit (Jan).
  • 11:55 Alemanha: PMI de indústria Markit (Jan).
  • 12:00 Zona Euro: PMI de indústria Markit (Jan).
  • 12:30 Reino Unido: PMI de indústria Markit (Jan).
  • 13:00 Zona Euro: CPI (Jan).
  • 16:30 EUA: criações de empregos não relacionados com a agricultura (Jan.), taxa de desemprego (Jan), salários médios por hora (Jan), horas semanais médias (Jan).
  • 17:45 EUA: PMI de indústria Markit (Jan).
  • 18:00 EUA: ISM de indústria PMI (Jan), índice do sentimento do consumidor Michigan (Jan).
  • 21:00 US: contagem de plataformas petrolíferas EUA Baker Hughes.
Fig 1. EURUSD hourly chart.

Situação atual:

As minhas previsões de ontem, em como o euro iria cair, foram totalmente realizadas. A única coisa que não imaginei foi que o euro caísse abaixo dos 1.1470 antes do relatório da criação de empregos.

Na Ásia, o índice caiu abaixo da linha de tendência de 1.1290, testando o 67.o nível. Acho que o índice irá parar perto deste nível e que irá manter-se aí até divulgação do relatório da criação de empregos.

Os dados de emprego dos EUA estão hoje no centro das atenções. O relatório da criação de empregos tem um efeito forte, ainda que breve, no mercado de Forex. Os traders também estarão atentos às conversações entre os EUA e a China.

Liu He, vice-primeiro-ministro do Conselho de Estado da República Popular da China, anunciou que a China está pronta para assinar um acordo comercial com os Estados Unidos. O Presidente dos EUA, Donald Trump, também declarou que os EUA esperam chegar a um acordo final com a China a 1 de março.

Sem ter o relatório da criação de emprego em consideração, os ciclos indicam que o par irá subir até ao final do dia, para depois revisitarem os mínimos de sexta-feira na segunda-feira. Veremos se a criação de empregos irá, ou não, encaixar-se nos ciclos. A LB balance line está a apresentar resistência nos 1.1457. Se o relatório da criação de emprego for fraco, podemos esperar um salto para os 1.1490. Se for forte, espero uma queda para 1.1400. Estes níveis são apenas estimativas, porque os especuladores têm em consideração bastantes aspetos do relatório. Além disso, o relatório da criação de empregos é divulgado logo após uma reunião do FOMC, pelo que a reação pode ser contida e manter-se num intervalo de 50 pip.

Últimas análises

Todos tem a chance de lucrar

Você não precisa negociar sozinho para lucrar. Obtenha lucros investindo nas contas de traders experientes!

Cadastrar-se