EURUSD: vendedores se moveram até 1,1330

Na quarta-feira, 16/01, no final do dia, o euro caiu ligeiramente em relação ao dólar americano e à libra esterlina. Ele permaneceu sob pressão após os comentários do chefe do BCE. Mario Draghi disse ao Parlamento Europeu que o recente desempenho econômico da zona do euro foi pior do que o esperado, e que a economia ainda precisa de estímulo substancial diante do ambiente externo incerto. Os participantes do mercado descobriram por si mesmos que o regulador poderia estender o programa de QE.

Além de Draghi, o euro estava sob pressão do par cruzado euro/libra. Os traders foram cautelosos em antecipação a um voto de desconfiança no governo britânico liderado por Teresa May. Como resultado da votação, May venceu com 325 votos a favor e 306 votos contra.

Principais notícias (GMT+3)

  • 13:00 – Eurozona: IPC (dez).
  • 14:00 – EUA: relatório mensal da OPEP.
  • 16:30 – EUA: Índice de Manufatura do Fed da Filadélfia.

 

Análise técnica

A alta do par euro/dólar se limitou ao nível de 1,1425. Os compradores não alcançaram o  grau 45. O cenário externo forçou muitas posições compradas que se abriram em antecipação a uma correção ascendente.

Não fiz previsão, porque meus sinalizadores (ferramentas de análise) indicam incerteza. Se você observar o modelo de preço e o suporte horizontal, que foi rompido na última hora, os vendedores mudaram para 1.1355. De acordo com o gráfico diário, a linha de tendência da base 1.1215 passa por 1.1330. Dado que o dólar dos EUA está sendo negociado em território positivo para todas as principais moedas, exceto o iene, sabemos onde esperar uma recuperação.

Últimas análises

Todos tem a chance de lucrar

Você não precisa negociar sozinho para lucrar. Obtenha lucros investindo nas contas de traders experientes!

Cadastrar-se