Mais Análises

Embargo russo à Turquia abre mercado a outros países

Fontes do jornal "Izvestia", próximo ao Ministério da Agricultura da Rússia, publicou uma lista de produtos cuja importação da Turquia sofrerá embargo. Em termos gerais, esta lista é parecida áquela de produtos provenientes da UE e os EUA, a qual inclui carne bovina, aves e derivados, leite e laticínios (incluindo queijo), peixes, legumes, frutas e nozes. A lista completa de produtos sob sanções será publicada amanhã, 01 de dezembro.

As medidas tomadas não resultarão em escassez de produtos e preços mais elevados, uma vez que a demanda poderá ser suprida por fornecedores do Irã, Vietnã, Uruguai, Brasil, Emirados Árabes Unidos e através de programas de substituição de importações. Não se excluiu o crescimento da oferta de produtos alimentares importados da Bielorrússia. Todavia, a experiência de medidas de sanções anteriores sugerem que haverá de qualquer forma uma redução da gama de produtos disponíveis e o aumento dos preços no setor alimentar não poderá ser evitado.

A Rússia tem um superávit comercial nas trocas comerciais com a Turquia, exportando principalmente petróleo, gás e metais industriais. Sanções a esses produtos por parte da Turquia é muito improvável, todavia pode haver intenção do lado turco em reduzir compras de produtos russos em detrimento de sua própria economia, o que poderá afetar profundamente a economia russa. Além disso, não se pode excluir completamente a possibilidade de que a liderança de ambos os países acordem uma desecalada do conflito.

Deixar comentários