Mais Análises

Pressão sobre o dólar continua a aumentar

Horário

Resultados das sessões de mercado

A pressão sobre o dólar dos EUA continua a aumentar. Na sexta-feira, o euro/dólar subiu até a marca de 1,1386. O dólar vem sendo vendido com as expectativas de que o Fed não irá aumentar as taxas este ano. Da mesma forma o dólar norte-americano vem sofrendo uma correção para baixo.

Expectativas para o dia de hoje

Na segunda-feira, os mercados dos Estados Unidos, Canadá e Japão estarão fechados por ocasião de feriados nacionais. Nos Estados Unidos, todavia, algumas bolsas irão funcionar. Tendo em conta que hoje a agenda econômica está vazia, esperamos o euro retornar à linha lb.

Principais Notícias

  • Às 15:10 EET, discurso do membro do FOMC, D. Lockhart.
  • Às 17:30 EET, discurso do membro do FOMC, Charles Evans.
  • Às 20:20 EET, discurso do presidente do Banco do Canadá, S. Poloza.
  • Às 23:30 EET, discurso do membro do FOMC, L. Brainard.

Análise Técnica

A meta técnica para o par EURUSD hoje é de 1,1390, durante a primeira metade da sessão europeia. O mínimo poderá ser de 1,1325, durante a sessão norte-americana. O fechamento ocorrerá a 1,1335. A volatilidade observada nas últimas 10 semanas é de 121 pips.

O fortalecimento do euro ocorre em 1,1386 perto da linha U3. Diante do fraco calendário econômico nos EUA, Canadá e Japão, o par deverá reverter para a linha lb a 45 graus, passando por 1,1332. O valor aumenta de acordo com o número de vezes que atravessa a linha lb. A partir dela o crescimento recomeça.

Diário

O euro/dólar rompeu a linha de tendência no período diário e saiu do triângulo para cima. A próxima meta é 1,1471. Para cancelar o sinal de alta, é necessário segunda-feira fechar em 1,1271 ou menos. Em um mercado "thin" é factível.

Semanal

O euro move-se para o limite superior de 1,1086-1,1459. Esperamos a saída do corredor.

Deixar comentários