Mais Análises

Charlie Lee conta se vale a pena comprar litecoin

No final do ano passado, o criador do litecoin, Charlie Lee, escreveu que havia vendido todos os litecoins para que não o acusassem de “conflito de interesses”. Escrevi sobre isso em dezembro de 2017.

Interessante que Charlie Lee tenha vendido seus litecoins justamente quando o preço estava na faixa de US$ 300-350 a moeda.

No início deste mês, em uma entrevista a John Carvalho (famoso blogueiro de criptomoedas com o nick @BitcoinErrorLog), Charlee Lee foi questionado se valia a pena comprar litecoin com o preço na casa dos US$ 100-110 por moeda, considerando que o valor da criptomoeda tinha caído quase três vezes desde o pico histórico. Charlee Lee explicou que o preço do litecoin estava atrativo e, em sua opinião, esse é o momento para comprar litecoin com objetivo de longo prazo, por exemplo, para 4-5 anos. O criador do litecoin está convencido de que, dentro de 5-10 anos, o litecoin estará muito mais caro do que agora.

Outro dado que achei bem interessante na entrevista de Charlie Lee a John Carvalho foi sua resposta à questão sobre se o criador da criptomoeda iria quebrar a promessa de não comprar litecoin para não violar o conflito de interesses. Charlie Lee respondeu o seguinte: “cedo ou tarde as criptomoedas superarão o dinheiro tradicional, e, quando isso acontecer, não haverá dólar, euro, iene japonês, e então terei que utilizar litecoins. Simplesmente não terei outra escolha – todos os estabelecimentos comerciais vão trabalhar com criptomoedas. As criptomoedas serão o meio de pagamento chave”.

De fato, eu compartilho completamente da opinião do criador do litecoin de que, por exemplo, em 10 anos a penetração das criptomoedas na vida diária das pessoas será enorme. Acredito que dentro de 10-15 anos as pessoas físicas irão realizar a maior parte das suas transações via criptomoedas.

Deixar comentários