Previsão para o bitcoin para abril de 2018

Desde o começo do ano, o bitcoin perdeu mais de 50% de seu valor. O máximo foi registrado em 07/01/18, a US$ 17.712. O mínimo registrado foi em 06/02/18, quando o preço caiu até US$ 6.048 por moeda. Hoje o bitcoin é cotado a US$ 6.630, segundo dados da Coinmarketcap.com, no momento da escrita da análise.

De acordo com o último prognóstico, havia a probabilidade de que até final de março, o preço do bitcoin ficasse no intervalo de US$ 13.000 – 15.000. No entanto, notícias negativas como a proibição de publicidade sobre criptomoedas nas principais redes sociais e as interrupções no funcionamento de grandes bolsas de criptomoedas, como a Binance, entre outras, provocaram uma tendência de baixa no mercado de criptomoedas. Em minha opinião existe uma série de motivos para o bitcoin estar rolando ladeira abaixo:

  • Queda artificial do preço do bitcoin. Um mercado jovem é fácil de manipular, com grandes investidores atuando com a ajuda de notícias negativas. Isso tem como objetivo comprar barato.
  • O rápido aumento no preço do bitcoin em 2017 não criou um suporte real ao preço do ativo. Começou a se desenvolver no mercado de moedas digitais uma moda especulativa. Os investidores que poderiam manter o preço no topo do mercado ainda não conseguem. Por isso, agora nós observamos essa queda acelerada. No próximo trimestre, o mercado de criptomoedas testará o suporte diante da expectativa da entrada dos investidores institucionais, que poderão fornecer um nível de preços mais ou menos razoável.
  • A moeda digital não pode ser introduzida instantaneamente na economia tradicional, sem falar na substituição das moedas fiat. A tecnologia Blockchain, como uma tecnologia típica da quarta revolução tecnológica pode ser empregada independentemente das moedas digitais; por isso, é necessário tempo para reconhecer a multiplicidade de objetivos e necessidades de introdução das criptomoedas como meio de pagamentos. E em relação ao bitcoin, não é por acaso que o chamam de ouro digital. Ele é, de fato, ativo de  reserva de valor, mais do que dinheiro digital, tendo em vista a baixa velocidade das transações (problema de escala). A ampliação do bloco do bitcoin providencia o suporte ao bitcoin.
  • Ausência de uma legislação na esfera da economia digital. O bitcoin não vai florescer enquanto não houver uma legislação em nível mundial.

Hoje o bitcoin está numa encruzilhada, tal como todos os investidores. Até o final de abril, é possível tanto um crescimento quanto uma queda. Isso ser refere às perspectivas do trimestre; por isso, vale a pena adiar as vendas e esperar. Em relação às compras, segundo à análise técnica, com o rompimento do nível de US$ 6.000, o preço pode cair até US$ 4.500. Uma das possibilidades é a estratégia de médias para cada queda. Depois da entrada em vigor da legislação (aproximadamente no verão de 2018), entram no mercado de moedas digitais as “instituições”, que aumentam o volume do mercado e reduzem o impacto dos manipuladores. Existe a probabilidade de que até meados do ano, o bitcoin apresente como nível mínimo US$ 20.000.

Atualmente a capitalização do mercado de criptomoedas é de US$ 249 bilhões. A participação do bitcoin é de mais de 45%. O Ethereum é cotado a US$ 369 e Ripple a US$ 0,47.

Últimas análises

Todos tem a chance de lucrar

Você não precisa negociar sozinho para lucrar. Obtenha lucros investindo nas contas de traders experientes!

Cadastrar-se