Mais Análises

Alan Greenspan, ex-presidente do Fed: bitcoin é exatamente o que antes se chamava de moeda fiat

O ex-presidente do Fed, Alan Greenspan, expressou sua opinião sobre o crescimento do bitcoin em 2017. Aos 91 anos de idade, Greenspan considera a moeda descentralizada bem parecida com as moedas tradicionais sem lastro.

Alan Greenspan é um economista americano que chefiou o Federal Reserve até Ben Bernanke, durante quase 19 anos, de 1987 a 2006. Greenspan é uma figura um tanto controversa. Muitos economistas consideram que foi sua política que levou à crise financeira de 2008. Antes era chamado por epítetos como “Тhe Master of USD Printing” (“O mestre da impressora de dólares”), Alan “Bubble” Greenspan (Alan “Criador de bolhas” Greenspan).

Na semana passada, dia 9 de novembro, no canal de televisão FOX Business, Greenspan afirmou que a grande parte dos papéis-moedas tradicionais não possui vínculo com nada (por exemplo, com o ouro). E, comparando, o bitcoin também não.

Alan Greenspan destacou que, em 1775, havia uma situação análoga. Durante a revolução americana, era emitida pelo Congresso continental uma moeda continental. Ela não tinha lastro e foi comercializada por muito tempo, em grande parte pelas pessoas que acreditavam no sucesso da revolução. Mais tarde, depois da criação dos Estados Unidos da América, em 1776, surgiu o dólar, baseado na moeda continental. Greenspan enfatizou que pode se transformar em moeda qualquer instrumento no qual as pessoas acreditam.

Para concluir, o ex-presidente do Fed disse que não há como saber o valor intrínseco do bitcoin. Por isso, ele não sabe até que nível o valor da criptomoeda pode subir.

Para mim, foi bem interessante ouvir a opinião de um especialista de tal nível. De fato, moeda ou meio de pagamento pode ser qualquer ativo no qual as pessoas acreditam.

Deixar comentários