Mais Análises

Com receio de perder espaço no mercado, produtores de petróleo não reduzem produção

Nesta terça-feira, as cotações de petróleo mantém a dinâmica negativa, no entanto a queda conteve-se. O petróleo da marca Brent com contrato para outubro esta sendo negociado a 48,2 USD e o WTI com entrega em agosto a 41,4 USD.

A conjuntura econômica externa joga contra os produtoores, embora a situação atual é em parte fruto do comportamento dos grandes exploradores de petróleo, uma vez que as grandes potências do setor não abandonaram a corrida pela liderança na produção. Apesar dos preços baixos, Estados Unidos, Canadá, Arábia Saudita e Rússia mantém o nível de produção dos anos anteriores.

Hoje, teremos a publicação do Instituto Americano de Petróleo sobre o volume das reservas e sua exploração na semana passada. Tal notícia terá impacto negativo sobre as cotações.

A relutância dos países produtores em não ceder no volume de produção de petróleo explica-se pelo receio que têm em perder suas correspondentes fatias no mercado. A Rússia e o Canadá estão compensando a baixa nas cotações da commoditie através do enfraquecimento da moeda nacional.

Até o fim do dia, é provável que o Brent seja negociado a 48 USD e o WTI provavelmente irá cair a 40,5 USD.

Deixar comentários