Mais Análises

Petróleo atinge mínimo de 6 anos

Nesta quarta-feira, as cotações de petróleo amanheceram sob intensa pressão dos vendedores. O petróleo da marca Brent com contrato para setembro esta sendo negociado a 50,16 USD (+0,7%) e o WTI com entrega em agosto a 43,85 USD, batendo o mínimo alcançado em 6 anos.

Os eventos presentes no mercado chinês vêm atraindo a atenção dos investidores. O Banco Central da China resolveu desvalorizar preventivamente o yuan, seguido de baixas em seu preço, empurrado pelas vendas de ativos no mercado local, durante o segundo dia consecutivo. Pela manhã, estatísticas divulgadas do mercado acionário chinês acabaram por aumentar ainda mais a atividade dos vendedores de petróleo: em julho, a economia cresceu apenas 6% em termos anuais, enquanto somete em junho a taxa foi de 6,8%. O mercado, dessa forma, prevê uma desaceleração considerável da grande economia chinesa, o que causará certamente um amplo nervosismo entre os investidores.

Os dados publicados ontem pela API sobre as reservas de petróleo também ficou aquém das expectativas. As reservas nos EUA caíram apenas 850 mil barris enquanto o mercado esperava mais de 2 milhões. Hoje, se os dados forem confirmados pela AIE, então as cotações poderão cair ainda mais.

Durante o dia, o Brent será negociado 49,30-49,90 USD.

Deixar comentários