Mais Análises

Presença de tropas do Irã nas operações no Oriente Médio não afetará preços do petróleo

Segundo a agência de notícias Reuters, uma força-tarefa composta por tropas do Irã e da Síria atacarão em coordenação com bombardeios aéreos praticados pela Rússia contra grupos terroristas do Estado Islâmico (EI).

A Rússia afirmou que não participará das ações terrestres, mas fornecerá apoio aéreo, como vem sendo conduzido por outros países aliados ocidentais.

O Irã é hoje uma potência no que tange a exploração de petróleo. Compreendemos que a participação do país em operações terrestres contra os grupos extremistas não afetará os preços do hidrocarboneto. Ao contrário: ao se quebrar o dumping realizado nos preços de exportação pelo EI as cotações poderão subir. A notícia de posicionamento fático do Irã na coalizão contra o EI causa indiferença no mercado, todavia ocasionará um considerável aumento das tensões geopolíticas na região.

Deixar comentários