É o nosso 19º Aniversário!

Indicadores macroeconômicos e índices

  1. O que são indicadores macroeconômicos?
  2. Produto Interno Bruto (PIB)
  3. Amplitude da Taxa Trimestral LIBOR – 3-Month LIBOR Range (Suíça)
  4. Encomendas de Bens Duráveis – Durable goods order
  5. Índice dos Principais Indicadores – Leading Indicators Index
  6. Índice da Atividade Comercial da Associação de Gerentes de Chicago – Chicago PMI Index
  7. Índice da Atividade Empresarial da Reserva Federal da Filadélfia – Philadelphia Fed Index
  8. Índice de Confiança do Consumidor – Consumer Confidence Index
  9. Índice da Confiança do Consumidor da Universidade de Michigan – University of Michigan Consumer Confidence Index
  10. Índice de Preços ao Consumidor – Consumer Price Index País: EUA
  11. Índice de Produção Industrial – Industrial Production Index (IPI)
  12. Capacidade de Utilização – Capacity Utilization
  13. Renda Pessoal – Personal Income
  14. Índice do Clima Empresarial IFO – IFO Business Climate
  15. Indicador do Sentimento Econômico ZEW – ZEW Indicator of Economic Sentiment
  16. Pesquisa Tankan – Tankan Survey
  1. Taxa de Juros Oficial da Nova Zelândia (Nova Zelândia) – Offical Cash Rate (New Zealand)
  2. Pedidos de Seguro Desemprego – Initial Claims (Jobless claims)
  3. Balança Corrente (Balança de Pagamentos) – Current Account (Balance of Payments)
  4. Produtividade – Productivity
  5. Encomendas de Produção – Factory Orders
  6. A Taxa de Juros Oficial (Austrália) – Offical Cash Rate
  7. Taxa dos Acordos de Recompra (Grã-Bretanha) – Repo Rate (Great Britain)
  8. Índice de Novos Empregos em Setores não Agrícolas – Non-farm Payrolls
  9. Vendas no Varejo – Retail Sales
  10. Taxa dos Recursos Federais – Federal Funds Rate
  11. Taxa de Refinanciamento (Zona Euro) – Refinancing Rate (Euro Zone)
  12. Balança Comercial (Trade Balance)
  13. Taxa de Desemprego – Unemployment Rate
  14. Objetivo da Taxa Overnight Call (Japão) – Overnight Call Rate Target (Japan)
  15. Objetivo da Taxa Overnight (Canadá) – Overnight Rate Target (Canada)
  16. Livro Bege do Fed – Beige Book

1. O que são indicadores macroeconômicos?

Os indicadores macroeconômicos são estatísticas publicadas por governos, agências privadas e organizações que analisam dados profundos subjacentes à certa atividade, país ou região. Esses indicadores fornecem uma visão clara do desempenho econômico do tópico correspondente, podendo confirmar ou rever as expectativas do mercado. Desse modo, eles podem ter um impacto significativo no mercado de ações, futuros e forex. Os indicadores macroeconômicos são publicados periodicamente e fazem parte do calendário econômico.

2. Produto Interno Bruto (PIB)

País: EUA

Explicação: Produto Interno Bruto (PIB) é a soma de todos os bens e serviços finais produzidos em um país durante certo período. No cálculo inclui-se a produção de empresas estrangeiras que funcionam no território do país, mas exclui-se a produção de empresas nacionais em território estrangeiro.

Descrição: O relatório do PIB americano é um dos mais importantes indicadores da força econômica daquele país. Ele mostra o valor de mercado de todos os bens e serviços produzidos dentro dos EUA em certo período de tempo. Os componentes principais do PIB são: consumo, investimento, balança comercial, gastos governamentais e estoques. Consumo individual, normalmente, representa dois terços do PIB dos EUA.

Importância: O crescimento do PIB dá confiança ao mercado, pois mostra que a economia dos EUA está crescendo. Isso faz o país mais atraente aos investidores, bem como tende a fortalecer o valor do dólar americano.

Impacto no Mercado: Forte

Frequência: Previsões do PIB são publicadas trimestralmente (em janeiro, abril, julho, outubro) na última quinta-feira útil do trimestre (ou na quarta-feira, se for o último dia útil do trimestre, etc.). Revisões são publicadas um mês depois, seguidas dos números reais do PIB um mês mais tarde. Todos os relatórios do PIB são publicados às 13:30 GMT.

Fonte: Census Bureau dos EUA (US Census Bureau).

3. Amplitude da Taxa Trimestral LIBOR – 3-Month LIBOR Range (Suíça)

País: Suíça

Explicação: Essa taxa básica também é chamada de taxa de juros referencial e é utilizada pelo Banco Central Suíço para guiar o nível de taxa de juros no mercado financeiro suíço.

Descrição: A LIBOR Trimestral é um elemento importante da política monetária da Suíça. O Banco Nacional Suíço estabelece o objetivo da variação dessa taxa, estendendo até 1 ponto percentual e visa manter a LIBOR dentro da variação. As taxas LIBOR são fixadas diariamente às 11:00 GMT, horário de Londres. Elas são calculadas pela média das últimas 10 cotações oferecidas pelos vendedores.

Importância: A taxa pode ajudar a determinar o nível de atividade na economia, fazendo poupança e empréstimos mais ou menos atrativos. Quando a taxa de juros sobe, a poupança se torna mais atrativa e os gastos podem cair, ao tempo que a queda da taxa torna menos atrativo poupar e os gastos sobem.

Impacto no Mercado: Forte

Frequência: Publicado trimestralmente (março, junho, setembro, dezembro), normalmente na terceira quinta-feira do mês.

Source: Banco Nacional Suíço.

4. Encomendas de Bens Duráveis – Durable goods order

País: EUA

Explicação: O índice rastreia os registros de encomendas de bens duráveis, ou de bens cujo tempo útil é de três anos ou mais.

Descrição: TO relatório Encomendas de Bens Duráveis é considerado um dos principais indicadores da atividade industrial dos EUA. O aumento das encomendas significa que as fábricas podem produzir mais bens. O mercado frequentemente muda em razão desse relatório, apesar de sua alta volatilidade. A maioria (aproximadamente 60%) de todas as encomendas de bens duráveis são de carros e caminhões, bem com materiais de construção, mobília e itens domésticos completando a maior parte do remanescente.

Importância: O relatório Encomendas de Bens Duráveis tem sido capaz de detectar mudanças na economia dos EUA com até 6 meses de antecipação. O declínio das encomendas pode sinalizar desaceleração econômica (e subsequente queda do dólar americano), enquanto o aumento pode sinalizar crescimento (e alta do dólar americano).

Impacto no Mercado: Médio

Frequência: Publicado mensalmente na última semana de cada mês, às 13:30 GMT.

Fonte: US Census Bureau.

5. Índice dos Principais Indicadores – Leading Indicators Index

País: EUA

Explicação: Esse índice considera 10 dos principais indicadores que tendem a mudar antes que a economia como um todo mude.

Descrição: O Índice dos Principais Indicadores (LII) fornece uma visão geral da economia americana e compreende 10 componentes:1) A média de horas trabalhadas por semana por trabalhadores de produção em indústrias. 2) O número médio de novos pedidos de seguro desemprego por semana. 3) Novos pedidos de bens de consumo dos fabricantes. 4) A velocidade relativa na qual fornecedores entregam pedidos às empresas industriais. 5) Novas encomendas recebidas por fabricantes em bens de capital de não defesa. 6) O número de permissões de construção residencial expedidas. 7) A mudança no mercado de ações. 8) A inflação ajustada pelas reservas monetárias M2. 9) A curva de rendimento (a diferença entre as taxas de juros de longo prazo e curto prazo). 10) O índice da expectativa do consumidor. O LII tem um ótimo histórico de previsão de declínio da economia americana. Como regra geral, se o índice cair por três meses consecutivos, é provável que ocorrerá recessão. De 1952 a 1998, o índice previu com precisão sete recessões da economia americana, embora tenha previsto erroneamente três que nunca ocorreram. O Índice dos Principais indicadores pode sinalizar mudança de crescimento econômico para recessão com cerca de dez meses de antecipação, mas só é apto para prever uma mudança de recessão para crescimento com antecipação de 1 ou 2 meses.

Importância: O crescimento desse índice tende a fortalecer o dólar americano.

Impacto no Mercado: Baixo

Frequência: No início de cada mês às 15:00 GMT.

Fonte: Conselho da Conferência (Nova Iorque) – The Conferece Board (New York).

6. Índice da Atividade Comercial da Associação de Gerentes de Chicago – Chicago PMI Index

País: EUA

Explicação: O Índice da Atividade Comercial da Associação de Gerentes de Chicago advém de uma pesquisa com os gerentes de compras de Chicago a respeito da aquisição de bens e serviços.

Descrição: O Índice examina as condições das fábricas do setor privado de Chicago.

Importância: Leituras acima de 50 indicam crescimento industrial e tendem a fortalecer o dólar americano. Investidores utilizam esse indicador, visto que Chicago pode refletir o quadro econômico americano como um todo.

Impacto no Mercado: Médio

Frequência: Publicado às 15:00 GMT do último dia útil de cada mês.

Fonte: Associação dos Gerentes de Compras de Chicago (EUA) – The Purchasing Managers Association of Chicago (USA).

7. Índice da Atividade Empresarial da Reserva Federal da Filadélfia – Philadelphia Fed Index

País: EUA

Explicação: Esse índice retrata uma pesquisa feita com empresários da Filadélfia (EUA) no tocante às suas atitudes em relação ao clima econômico atual.

Descrição: O Índice da Atividade Empresarial da Reserva Federal da Filadélfia é baseado nas respostas de cerca de 100 empresas (fabricantes) da Filadélfia e mostra o sentimento deles em relação à situação econômica atual e aonde eles pensam estar caminhando a economia nos próximos seis meses. Uma leitura abaixo de 0 indica um sentimento negativo e pode significar desaceleramento na economia dos EUA. O Índice da Atividade Empresarial da Reserva Federal da Filadélfia é publicado pouco antes do índice ISM (Institute for Supply Management) e é utilizado como um útil preditor dos resultados do ISM.

Importância: O aumento desse índice poderá fortalecer o dólar americano.

Impacto no Mercado: Baixo

Frequência: Mensalmente, na terceira quinta-feira do mês às 15:00 GMT.

Fonte: Reserva Federal da Filadélfia (EUA) – The Federal Reserve Bank of Philadelphia (USA).

8. Índice de Confiança do Consumidor – Consumer Confidence Index

País: EUA

Explicação: É uma pesquisa que representa a confiança dos consumidores na economia de acordo seus gastos e poupanças.

Descrição: A pesquisa do Índice de Confiança do Consumidor é feita mensalmente desde 1967 para avaliar o nível de otimismo do consumidor na economia. Em 1985, o valor de referência do índice foi fixado em 100 e é mensalmente atualizado com base em pesquisa de 5.000 famílias. O índice da Confiança do Consumidor é considerado um dos principais indicadores e é utilizado para prever a direção da economia americana.

Importância: O aumento desse índice reflete favoravelmente nas condições econômicas como um todo, e como resultado tende a fortalecer o dólar

Impacto no Mercado: Baixo

Frequência: Mensalmente, por volta do dia 20 às 15:00 GMT.

Fonte: Conselho da Conferência (Nova Iorque) – The Conference Board (New York).

9. Índice da Confiança do Consumidor da Universidade de Michigan – University of Michigan Consumer Confidence Index

País: EUA

Explicação: O Índice da Confiança do Consumidor da Universidade de Michigan é a medida da confiança do consumidor feito pela Universidade de Michigan.

Descrição: O Índice da Confiança do Consumidor da Universidade de Michigan é uma pesquisa telefônica mensal que examina o sentimento (40% do índice) e a expectativa (60%) de aproximadamente 500 famílias americanas. Os participantes são questionados sobre o clima econômico atual, aonde eles pensam estar caminhando a economia como um todo e o que eles pensam sobre sua situação financeira atual.

Importância: O aumento desse índice é um sinal positivo de crescimento econômico e pode fornecer impulso para o dólar americano, enquanto que a sua redução indica possível desaceleração.

Impacto no Mercado: Médio

Frequência: Bimensal: um relatório preliminar é publicado em torno do dia 15 e o final é publicado duas semanas depois às 14:45 GMT.

Fonte: Universidade de Michigan (EUA) – The University of Michigan (USA).

10. Índice de Preços ao Consumidor – Consumer Price Index País: EUA

País: EUA

Explicação: Índice de Produção Industrial mede a produção das fábricas americanas, minas e utilidades.

Descrição: O IPI é uma medida da força da indústria americana. A produção industrial é mapeada, fornecendo um índice sobre saúde da indústria dos EUA como um todo, permitindo que investidores vejam quais indústrias estão crescendo e quais estão encolhendo.

Importância: A produção industrial contribui com quase 40% do total da atividade econômica, de modo que os investidores mantêm os olhos atentos nas mudanças mensais do IPI. Um aumento no IPI pode resultar no fortalecimento do dólar americano e do mercado de ações, embora enfraqueça o mercado de obrigações. Entretanto, analisar o Índice de Produção Industrial é bastante simples, de modo que mudanças bruscas no índice são geralmente apreciadas nos mercados com muita antecedência.

Impacto no Mercado: Alto

Frequência: Mensalmente, entre os dias 15 e 21 (terça-feira ou quinta-feira) às 13:30 GMT, logo após a publicação do PPI.

Fonte: Departamento de Estatísticas Laborais (EUA) – US Bureau of Labor Statistics.

11. Índice de Produção Industrial – Industrial Production Index (IPI)

País: EUA

Explicação: Índice de Produção Industrial mede a produção das fábricas americanas, minas e utilidades.

Descrição: O IPI é uma medida da força da indústria americana. A produção industrial é mapeada, fornecendo um índice sobre saúde da indústria dos EUA como um todo, permitindo que investidores vejam quais indústrias estão crescendo e quais estão encolhendo.

Importância: A produção industrial contribui com quase 40% do total da atividade econômica, de modo que os investidores mantêm os olhos atentos nas mudanças mensais do IPI. Um aumento no IPI pode resultar no fortalecimento do dólar americano e do mercado de ações, embora enfraqueça o mercado de obrigações. Entretanto, analisar o Índice de Produção Industrial é bastante simples, de modo que mudanças bruscas no índice são geralmente apreciadas nos mercados com muita antecedência.

Impacto no Mercado: Médio

Frequência: No meio de cada mês às 14:15 GMT.

Fonte: Sistema de Reserva Federal dos EUA – The Federal Reserve.

12. Capacidade de Utilização – Capacity Utilization

País: EUA

Explicação: A Capacidade de Utilização mede o nível de utilização da capacidade produtiva do país.

Descrição: A Capacidade de Utilização demonstra detalhes da relação entre produção industrial atual e produção industrial em potencial dos EUA. Se a demanda no mercado cresce, também cresce o nível utilização. O valor ideal para esse índice é 81.5. Valores mais baixos sinalizam que a economia está desacelerando, ao passo que valores maiores que 85 indicam risco de inflação por gargalo e distribuição limitada de bens.

Importância: Quando a Capacidade de Utilização se aproxima de 85 é tratada como sinal de possível inflação e pode causar queda do dólar americano.

Impacto no Mercado: Baixo

Frequência: Publicado às 14:15 GMT no meio de cada mês (em conjunto com o Industrial Production Index).

Fonte: Sistema de Reserva Federal – The Federal Reserve.

13. Renda Pessoal – Personal Income

País: EUA

Explicação: A renda pessoal é a medida da renda domiciliar líquida de todas as naturezas.

Descrição: Esse indicador é estimado com base em folhas de pagamento e dados de ganhos de outros registros trabalhistas. Ele também inclui outras fontes de renda como aluguel, juros, dividendos e pagamentos de subsídios governamentais. Renda Pessoal é um indicador do crescimento futuro da demanda dos consumidores. Ele é publicado juntamente com o Despesas Pessoais (Personal Spending).

Importância: O aumento do indicador Renda Pessoal significa que as famílias têm mais dinheiro para gastar, podendo fornecer impulso para economia doméstica e, consequentemente, fortalecendo o dólar americano.

Impacto no Mercado: Baixo

Frequência: Mensalmente, depois do dia 20 às 13:30 GMT.

Fonte:Instituto de Análise Econômica dos EUA – US Bureau of Economic Analysis.

14. Índice do Clima Empresarial IFO – IFO Business Climate

País: Alemanha

Explicação: Publicado pelo Instituto IFO de Pesquisa Econômica de Munique. O índice serve como um dos principais indicadores da atividade econômica na Alemanha.

Descrição: Cerca de 7.000 participantes de empresas envolvidas em manufatura, vendas por atacado e varejo, avaliam a situação atual dos seus negócios e as perspectivas para os próximos seis meses. O referencial inicial do índice é 100.

Importância: Aumento desse índice pode indicar fortalecimento do Euro.

Impacto no Mercado: Médio

Frequência: Publicado mensalmente, em geral entre os dias 25 e 27 às 08:00 GMT.

Fonte: Instituto IFO de Pesquisa Econômica de Munique.

15. Indicador do Sentimento Econômico ZEW – ZEW Indicator of Economic Sentiment

País: Alemanha

Explicação: O Indicador de Sentimento Econômico ZEW é baseado numa pesquisa mensal, conduzida pelo Centro Europeu de Pesquisa Econômica (ZEW) e mede o sentimento econômico.

Descrição: É uma pesquisa com cerca de 350 especialistas em finanças na Alemanha. O indicador reflete a diferença entre a parcela dos analistas que está otimista e a parcela que está pessimista em relação ao desenvolvimento econômico esperado na Alemanha nos próximos seis meses. A leitura é feita com base na média das respostas otimistas e pessimistas. Se a maioria dos participantes estiver otimista, a leitura será acima de zero. Se as respostas pessimistas forem maioria, a leitura será abaixo de zero.

Importância: O indicador ZEW é utilizado para avaliar as perspectivas da economia alemã. Uma leitura positiva indica fortalecimento do Euro.

Impacto no Mercado: Médio

Frequência: Publicado na terceira ou quarta terça-feira do mês às 16:00 GMT.

Fonte: Centro de Pesquisa da Economia Europeia (Alemanha) – Center for European Economic Research.

16. Pesquisa Tankan – Tankan Survey

País: Japão

Explicação: Esse indicador é uma pesquisa conduzida pelo Banco do Japão e mede o sentimento empresarial japonês.

Descrição: A Pesquisa Tankan pesquisa de 8 a 10 mil empresários japoneses sobre as tendênciais atuais e condições da atividade empresarial como um todo, inclusive sobre a respectiva indústria. Os participantes compartilham suas expectativas para o próximo trimestre e ano. Muitas grandes empresas são pesquisadas, incluindo algumas das maiores empresas do Japão, bem como muitas empresas importantes de médio e pequeno porte.

Importância: É uma das medidas chave da confiança na economia e pode ter impacto no valor do Iene (JPY) e no mercado de ações.

Impacto no Mercado: Forte

Frequência: Publicado trimestralmente no início de abril, julho e outubro, e no meio de dezembro.

Fonte: Banco do Japão The Bank of Japan (BOJ).

17. Taxa de Juros Oficial da Nova Zelândia (Nova Zelândia) – Offical Cash Rate (New Zealand)

País: Nova Zelândia

Explicação: É a taxa de juros paga pelos bancos da Nova Zelândia no mercado financeiro de overnight.

Descrição:O Banco da Reserva da Nova Zelândia utiliza essa taxa para administrar a inflação. O Banco da Reserva aceita depósitos a uma taxa 0,25% mais baixa e empresta a uma taxa 0,25% mais alta que o da taxa de juros oficial. Mudanças dessa taxa são discutidas nos encontros do Conselho de Diretores do Banco da Reserva.

Importância: A taxa de juros da Nova Zelândia determina a taxa de juros de empréstimos comerciais. A alta da taxa de juros normalmente causará diminuição de empréstimos e aumento da economia dos consumidores, o que significa que menos dinheiro é gasto na economia. Por outro lado, a diminuição da taxa fará empréstimos comerciais mais atrativos e, assim, impulsionar a atividade econômica. Se o aumento das taxas não for acompanhado por rápido crescimento econômico poderá ocorrer estagnação e ter impacto negativo no dólar neozelandês a longo prazo.

Impacto no Mercado: Forte

Frequência: Publicado oito vezes por ano.

Fonte: Banco da Reserva (Nova Zelândia) – Reserve Bank (New Zealand).

18. Pedidos de Seguro Desemprego – Initial Claims (Jobless claims)

País: EUA

Explicação: O relatório Pedidos de Seguro Desemprego é um relatório semanal que mostra os novos pedidos de seguro desemprego da semana passada.

Descrição: Esse índice proporciona compreensão do mercado de trabalho dos EUA. O aumento dos pedidos de seguro desemprego é sinal de enfraquecimento da economia, enquanto sua redução sinaliza expansão econômica e melhoramento do mercado de trabalho. A figura é bem volátil, o que leva muitos investidores a seguí-la de acordo com a média de mudança durante quatro semanas.

Importância: A redução dos pedidos de seguro desemprego indica crescimento econômico, o que pode impulsionar o dólar americano.

Impacto no Mercado: Fraco

Fraco: Todas as quintas-feiras às 13:30 GMT.

Fonte: Departamento do Trabalho dos Estados Unidos - US Department of Labor.

19. Balança Corrente (Balança de Pagamentos) – Current Account (Balance of Payments)

País: EUA

Explicação: O índice mede o fluxo de bens, serviços, renda e transferência de pagamentos para dentro e para fora dos EUA.

Descrição: TA balança de pagamentos é medida do comércio exterior dos EUA. Ele corresponde à soma da balança comercial (exportações menos importações), fator de renda líquida (dividendos, juros) e transferências de pagamentos líquidos (que inclui itens como ajuda internacional).

Importância: Um superávit da balança corrente, em geral, fortalece o dólar americano.

Impacto no Mercado: Alto

Frequência: Publicado trimestralmente, no meio do mês às 15:00 GMT.

Fonte: Sistema de Reserva Federal dos EUA – The Federal Reserve.

20. Produtividade – Productivity

País: EUA

Explicação: O índice mostra quão eficientemente a força de trabalho está produzindo bens e serviços em termos de custo.

Descrição: O relatório da Produtividade mostra mudanças no volume da produção em relação com o custo do trabalho e pode ser um indicador antecipado de inflação. Quanto mais elevado o nível de produção em relação ao custo do trabalho, maior é a produção.

Importância: O aumento da produtividade é, em geral, sinal positivo para economia dos EUA, fortalecendo o dólar americano. Esse índice é seguido de perto pelo mercado, mas é aberto a interpretações, visto que demissões e greves podem resultar em aparentes aumentos da produtividade em razão da redução dos custos.

Impacto no Mercado: Médio

Frequência:Os dados são revistos regularmente quando informações mais completas se tornam disponíveis. Os dados são primeiramente publicados 40 dias após o final do período de referência. Os dados revistos são publicados 30 dias mais tarde. Uma segunda revisão pode então ser publicada em 60 dias.

Fonte:Departamento de Estatísticas Laborais (EUA) – US Bureau of Labor Statistics.

21. Encomendas de Produção – Factory Orders

País: EUA

Explicação: O relatório mostra a demanda de bens produzidos pelas fábricas dos EUA. O indicador mede o valor das novas encomendas, remessas, encomendas não remetidas e estoques relatados por fabricantes nacionais. O índice é expresso tanto em valor, como em porcentagem da mudança a partir do mês passado.

Descrição: O indicador descreve a demanda por bens duráveis (aqueles cuja vida útil é de 3 ou mais anos) e não duráveis. O aumento das encomendas significa provável aumento da produção, tendo efeito positivo na economia dos EUA. Do mesmo modo, a diminuição dos pedidos sinaliza iminente diminuição da produção.

Importância: O aumento das encomendas de produção é visto como um sinal positivo para economia e tende a fortalecer o dólar americano.

Impacto no Mercado: Fraco

Frequência: Publicado mensalmente às 15:00 GMT.

Fonte: Census Bureau dos EUA (US Census Bureau).

22. A Taxa de Juros Oficial (Austrália) – Offical Cash Rate

País: Austrália

Explicação: É a taxa de juros paga pelos bancos da Austrália no mercado financeiro de overnight.

Descrição:A taxa determina essencialmente o custo de empréstimos na Austrália. O Banco da Reserva da Austrália se utiliza de operações de mercado (compra e venda de valores mobiliários governamentais) para atingir o nível desejado da taxa de juros oficial.

Importância: A taxa é utilizada para administrar o nível de atividade econômica do país. A baixa da taxa é considerada como estímulo aos fundos existentes dentro da economia, enquanto a alta encoraja a entrada de capital no país, impulsionando o dólar australiano. Se o aumento das taxas não for acompanhado por rápido crescimento econômico poderá ocorrer estagnação e ter impacto negativo na moeda a longo prazo.

Impacto no Mercado: Forte

Frequência: Publicado mensalmente (exceto em janeiro) em um dos primeiros dias do mês às 04:30 GMT.

Fonte: Banco da Reserva (Austrália) – Reserve Bank (Australia).

23. Taxa dos Acordos de Recompra (Grã-Bretanha) – Repo Rate (Great Britain)

País: Inglaterra

Explicação: TA Taxa dos Acordos de Recompra, também conhecida como Taxa Bancária Oficial (Official Bank Rate) ou Taxa Básica do Banco da Inglaterra (Bank of England Base Rate), é a taxa à qual os bancos tomam empréstimos do Banco da Inglaterra.

Descrição: A taxa básica é a taxa de juros mais importante da Grã-Bretanha. O Banco da Inglaterra fixou o teto para inflação na Grã-Bretanha em 2%. Se os preços subirem mais que 2% ao ano, é bem provável que o Banco da Inglaterra intervirá, aumentando as taxas de juros.

Importância:A taxa é utilizada para administrar o nível de atividade econômica do país. A baixa da taxa é considerada como estímulo aos fundos existentes dentro da economia, enquanto a alta encoraja a entrada de capital no país, impulsionando a libra (GBP). Se o aumento das taxas não for acompanhado por rápido crescimento econômico poderá ocorrer estagnação e ter impacto negativo na moeda a longo prazo.

Impacto no Mercado: Forte

Frequência: Publicado mensalmente, em geral na primeira quinta-feira do mês às 11:00 GMT (minutas do Banco da Inglaterra são publicadas 2 semanas depois do anúncio das taxas, normalmente numa quarta-feira).

Fonte: Banco da Inglaterra – The Bank of England.

24. Índice de Novos Empregos em Setores não Agrícolas – Non-farm Payrolls

País: EUA

Explicação: O Índice de Novos Empregos em Setores não Agrícolas oferece uma visão geral do trabalho nos setores não agrícolas dos EUA.

Descrição: O relatório é derivado da pesquisa de aproximadamente 400.000 empresas e 50.000 famílias e é atualizado mensalmente. Os dados são ajustados para considerar o trabalho sazonal ou mudanças na fórmula. O relatório Índice de Novos Empregos em Setores não-Agrícolas, em conjunto com o relatório Taxa de Desemprego, Duração Média da Semana de Trabalho, Ganhos por Hora, fornece uma visão geral da inflação dos EUA e dá pistas relacionadas à direção da taxa de juros.

Importância: Altas desse indicador apontam crescimento econômico.

Impacto no Mercado: Forte

Frequência: Publicado mensalmente, em geral na primeira sexta-feira do mês às 13:30 GMT.

Fonte: Departamento de Estatísticas Laborais (EUA) – US Bureau of Labor Statistics.

25. Vendas no Varejo – Retail Sales

País: EUA

Explicação: O índice Vendas no Varejo é o total das receitas das lojas de varejo e reflete os padrões de gasto dos consumidores dos EUA.

Descrição: O referido índice é a medida de bens duráveis (40%) e não duráveis (60%) que, combinados, formam dois terços do PIB dos EUA. O aumento das vendas no varejo é normalmente visto como um sinal de aumento da demanda, se o aumento não parecer ser resultado da elevação do preço do gás e alimentos.

Importância: O mercado pode reagir fortemente a dados sobre vendas no varejo, visto que é tradicionalmente de difícil previsão. Baixa nas vendas pode significar desaceleração econômica e consequente baixa do dólar americano.

Impacto no Mercado: Médio

Frequência: Publicado mensalmente, em torno do dia 13, às 13:30 GMT.

Fonte: Census Bureau dos EUA (US Census Bureau).

26. Taxa dos Recursos Federais – Federal Funds Rate

País: EUA

Explicação: A Taxa dos Fundos Federais (FFR) é a taxa de juros interbancária do Sistema de Reserva Federal – EUA.

Descrição: A Taxa dos Fundos Federais é decidida pelo Comitê Federal de Mercado Aberto – Federal Open Market Committee (FOMC). Embora o rendimento dos instrumentos financeiros é determinado pelas forças do mercado, as taxas de juros podem ajudar na compreensão da direção dos mercados. A correlação entre a FFR e o rendimento de obrigações é muito alta, pois, quando a taxa sobe, tende a ocorrer fuga de capitais do mercado de ações ao de obrigações.1

Importância: Quando as taxas de juros estão altas, empréstimos ficam menos atrativos e ocorre aumento correspondente da poupança. Com taxas baixas, há menos incentivo para poupar e mais incentivo para gastar. A elevação da FFR pode causar aumento do fluxo de capital nos EUA e impulsiona o dólar a médio prazo. Contudo, se as taxas de juros não forem acompanhadas por rápido crescimento econômico, poderá ocorrer estagnação da economia e ter impacto negativo no dólar a longo prazo.1

Impacto no Mercado: Forte

Frequência: Oito vezes ao ano, cerca de uma vez a cada sete semanas, normalmente numa terça-feira, às 19:15 GMT.

Fonte: Sistema de Reserva Federal dos EUA – The Federal Reserve.

27. Taxa de Refinanciamento (Zona Euro) – Refinancing Rate (Euro Zone)

País: Zona do Euro

Explicação: A Taxa de Refinanciamento é a taxa pela qual os bancos tomam empréstimos do Banco Central Europeu (BCE).

Descrição: A Taxa de Refinanciamento é a taxa de juros mais importante da Europa. O BCE fixou o objetivo de manter a inflação menor que 2%. Assim, se os preços ao consumidor aumentarem mais que 2% ao ano, o BCE provavelmente intervirá e aumentará as taxas de juros.

Importância: Aumentando ou reduzindo as taxas de juros, o BCE pode influenciar nos níveis de juros que os bancos aplicam às transações, empréstimos empresariais, empréstimos ao consumidor, hipotecas e contas poupança e etc. Por isso, a Taxa de Refinanciamento pode ter forte impacto na atividade econômica na União Europeia.

Impacto no Mercado: Forte

Frequência: Publicado mensalmente, em geral na primeira quinta-feira do mês às 11:45 GMT. O comunicado de imprensa do presidente do BCE se inicia às 12:30 GMT.

Fonte: Banco Central Europeu – The European Central Bank.

28. Balança Comercial (Trade Balance)

País: EUA

Explicação: A balança comercial é a diferença entre as importações e exportações de um país.

Descrição: A balança comercial mostra o quadro do fluxo cambial com base no superávit (mais exportações que importações) ou déficit (mais importações que exportações). Os EUA, em geral, operam com déficit na balança comercial. Essa figura tem grande impacto nas previsões do PIB, visto que as importações e exportações tem importância no seu cálculo.

Importância: A diminuição do déficit da balança comercial dos EUA fortalece o dólar americano, enquanto a sua elevação pode enfraquecê-lo.

Impacto no Mercado: Forte

Frequência: Publicado na terceira semana de cada mês (normalmente na terça-feira ou quinta-feira) às 13:30 GMT.

Fonte: Census Bureau dos EUA - US Census Bureau.

29. Taxa de Desemprego – Unemployment Rate

País: EUA

Explicação: A Taxa de Desemprego mostra a porcentagem de trabalhadores da força de trabalho dos EUA desempregados.

Descrição: A Taxa de Desemprego é tida como um dos principais indicadores da economia. São calculados somente aqueles que ativamente estão procurando por trabalho. Considera-se normal a Taxa de Desemprego entre 4-5%. Em períodos de desemprego baixo, os salários aumentam mais rapidamente causando inflação.

Importância: Quando se espera subida da taxa de juros, a diminuição do desemprego pode fortalecer o dólar americano.

Impacto no Mercado: Médio

Frequência: Publicado mensalmente na primeira sexta feira de cada mês às 13:30 GMT.

Fonte: Departamento de Estatísticas Laborais (EUA) – US Bureau of Labor Statistics.

30. Objetivo da Taxa Overnight Call (Japão) – Overnight Call Rate Target (Japan)

País: Japão

Explicação: O objetivo da taxa overnight é um importante aspecto da política monetária do Japão, determinando a taxa de juros que os bancos pagam no mercado de overnight japonês.

Descrição: É a média da taxa de juros que o Banco do Japão espera ver nos depósitos a curto prazo. O Conselho dos Governadores do Banco do Japão decide qual deve ser a objetivo da taxa overnight, depois utiliza operações de mercado aberto para atingir o objetivo.

Importância: A taxa overnight determina a taxa de juros de empréstimos comerciais. A alta taxa de juros normalmente causará diminuição de empréstimos e aumento da economia dos consumidores, o que significa que menos dinheiro é gasto na economia. Por outro lado, a diminuição da taxa fará empréstimos comerciais mais atrativos e, assim, impulsionar a atividade econômica.

Impacto no Mercado: Forte

Frequência: Publicado mensalmente (ou duas vezes ao mês em certos casos).

Fonte: Banco do Japão – The Bank of Japan (BOJ).

31. Objetivo da Taxa Overnight (Canadá) – Overnight Rate Target (Canada)

País: Canadá

Explicação: O Objetivo da Taxa Overnight é um elemento da política monetária do Canadá, onde o Banco do Canadá fixa a taxa de juros sobre depósitos de curto prazo no mercado financeiro overnight. Esse é o índice mais importante do Canadá.

Descrição: O Objetivo da Taxa Overnight é fixado na faixa de 0,5 ponto percentual. O Banco do Canadá usa operações de mercado aberto para manter a taxa de juros nessa faixa.

Importância: Mudanças no objetivo da taxa overnight influenciam outras taxas de juros como as de empréstimos ao consumidor e hipotecas. Elas também podem afetar a taxa de câmbio do dólar canadense.

Impacto no Mercado: Forte

Frequência: Publicado oito vezes por ano (em datas determinadas pelo Banco do Canadá).

Fonte: Banco do Canadá – The Bank of Canada.

32. Livro Bege do Fed – Beige Book

País: EUA

Explicação: O Livro Bege é produzido pelo Banco da Reserva Federal dos EUA e é uma coleção de relatórios, entrevistas e informação anedótica dos diretores regionais do Banco. O livro contém opiniões de contatos empresariais, economistas e especialistas em finanças. O relatório é formalmente conhecido como Resumo do Comentário sobre as Condições Econômicas Atuais – Summary of Commentary on Current Economic Conditions.

Descrição: O relatório comenta sobre o estado atual da indústria, varejo, vendas, consumo, setor bancário, mercado de trabalho, imóveis, finanças, agricultura, energia e recursos naturais. O relatório "Livro Bege" classifica a informação por região e por setor econômico.

Importância: O relatório é utilizado para avaliar a eficiência da economia de diferentes regiões dos EUA e prever as decisões do FOMC relacionadas à política monetária. Se há alto nível de especulação sobre possíveis mudanças na taxa de juros, por exemplo, dispensa-se muita atenção para seção sobre salários e níveis dos preços.

Impacto no Mercado: Fraco

Frequência: Publicado oito vezes por ano às terças-feiras, 19:15 GMT, duas semanas antes da reunião do FOMC.

Fonte: Sistema de Reserva Federal dos EUA – The Federal Reserve.

  1. Esta correlação não tem sido mantida em tempos recentes.
Voltar ao topo